Você Super Bem Cinco coisas para o homem cuidar da saúde, mas tinha receio de perguntar

Cinco coisas para o homem cuidar da saúde, mas tinha receio de perguntar

Fique atento a esses cuidados, que são simples; com a avaliação médica e o tratamento correto, você pode melhorar sua qualidade de vida

  • Você Super Bem | Conteúdo de Marca: Clínica Lattere - Médico Responsável Luiz Antonio Bonetti - CRM 117.723

Mês de novembro traz movimento para conscientização da saúde masculina

Mês de novembro traz movimento para conscientização da saúde masculina

Pixabay

Viver mais e ter mais qualidade de vida são motivos suficientes para que qualquer homem vença uma resistência a ter cuidados em relação à saúde. Quando se fala de urologia, há cinco mitos que, quando quebrados, salvam vidas e mostram que o verdadeiro homem é aquele que cuida de si. É compreensível que se queira evitar transtornos à família, mas é exatamente o acompanhamento constante que aliviará esses tipos de problemas e será fundamental para viver mais e melhor.

ONCOLOGIA NA UROLOGIA
Na fase inicial, o câncer de próstata não tem sintomas, por isso os exames preventivos frequentes são essenciais. Eles são recomendados para homens a partir dos 50 anos de idade, ou mais cedo, aos 45,se fizerem parte do grupo de risco, por conta de histórico familiar da doença, obesidade, tabagismo ou cor da pele, uma vez que os homens negros têm mais casos deste tipo de câncer. Os principais sintomas - sensação de que a bexiga não se esvaziou completamente e ainda persiste a vontade de urinar, sangramento na urina, dores nos testículos ou para urinar e ejacular - se assemelham ao crescimento benigno da próstata, também chamado de HPB, por isso é fundamental procurar um urologista para realizar os exames preventivos, já que quando diagnosticado cedo, o câncer de próstata tem 90% de cura.

DISFUNÇÃO ERÉTIL
A sexualidade envolve tabus e questões culturais, como se a disfunção erétil fosse de cunho somente psicológico, ou uma consequência do envelhecimento, e de que medicação via oral contra ela seria suficiente, mas não é bem assim. Ela pode ser um sintoma de outras doenças e precisa de auxílio médico. A dificuldade de ereção pode ser apenas o indício de uma doença coronariana, levando a possível infarto ou isquemia cardíaca. Por isso, um diagnóstico preciso é importante, já que diabetes, andropausa, colesterol elevado, hipertensão arterial, tabagismo e obesidade também são fatores que afetam diretamente o desempenho sexual do homem.

CÁLCULO RENAL
O receio de passar pelas conhecidas fortes dores de um cálculo renal pode ser um bom impulsionador para não deixar esse diagnóstico para depois. Como a dor só chega com a movimentação do cálculo, o problema pode estar avançando silenciosamente, sem que você saiba. Por isso, é primordial entender quem está mais exposto a esse risco. Uma doença que começa com uma alimentação,com base no sal e nas proteínas, e pouco consumo de água traz uma combinação que ajuda com que as substâncias minerais se acumulem no sistema urinário e criem os cálculos. O mesmo com quem tem histórico na família ou é obeso, sedentário, diabético, ou morador de locais mais quentes.

Como a urina muito concentrada é o principal causador, os cálculos renais temprevenção fácil com o consumo de água. Cheque a cor da urina. Ela deve estar bem clarinha, quase transparente. Se ainda estiver amarelada, é preciso mais água. Procure um urologista, e se for descoberto um cálculo renal, ele é totalmente tratável, mas, se não tratado, mas em alguns casos selecionados pode causar alterações renais irreversíveis, podendo levar até a perda do órgão.

FERTILIDADE
Um casal fértil, com vida sexual ativa, pode levar até cerca de um ano para obter a gestação. Como a infertilidade é conjugal, um problema na mulher não descarta que seu parceiro também apresente um problema relevante. Tabus nesse momento atrapalham a resolver a questão. Não deixe que mitos como acreditar que sexo diário, como uma obrigaçãopara tentar a gestação,gerem ansiedade, desgaste ao casal e impeçam um real diagnóstico. Ainda que a idade possa ter impacto na quantidade de espermatozoides, são muito diversos os tratamentos pois há diferentes causas, como a varicocele (que são varizes escrotais identificáveis em exame clínico), alterações hormonais ou genéticas, infecções na próstata e nas vesículas seminais, consequências da caxumba em adultos e tratamentos quimio e radioterápicos.

DISFUNÇÃO MICCIONAL
Os problemas com armazenamento, retenção e perda involuntária de urina, por diferentes razões, são chamados tecnicamente de Disfunção miccional. Nos homens a partir dos 40 anos, ela aparece em sintomas como a necessidade frequente de urinar, especialmente à noite, com a sensação de que a bexiga não se esvaziou completamente e ainda persiste a vontade de urinar. Esse é um dos sinais do aumento progressivo da próstata - Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP) - que comprime a uretra. Essa é uma condição bastante comum, benigna, que pode gerar infecções ou mesmo causar paralisação dos rins. Além disso, o jato de urina pode ficar mais fraco ou o homem pode sentir dificuldade para esvaziar a bexiga. Por isso, é importante a visita e acompanhamento constantes ao urologista
 

Saiba mais entrando em contato com a Clínica Lattere
3028-6003
Av. São João, 2375 - sala 1601
Jardim das Colinas, São José dos Campos – SP
Médico Responsável Luiz Antonio Bonetti - CRM 117.723

Últimas