Veja os títulos do momento para incentivar o seu filho a ler

Títulos para crianças de 2 a 12 anos, com histórias para desenvolver o hábito da leitura  desde pequeno

Conheça ótimo títulos para incentivar a leitura das crianças e abordar temas importantes para a educação infantil

Conheça ótimo títulos para incentivar a leitura das crianças e abordar temas importantes para a educação infantil

Pixabay/Reprodução

Nesse período, com as crianças e casa, pode ser difícil trabalhar e manter os pequenos sob controle, mesmo com o ensino a longa distância. Uma boa maneira de entretê-los, incentivar a leitura e reforçar o ensino é estimular a leitura com títulos apropriados para a idade.

Os livros também são importantes instrumentos para abordar temas relevantes, com exemplos de histórias e figuras que vão ajudar a fixar o conteúdo e tornar-los seres humanos melhores no futuro. Conheça alguns títulos e desperte seu filho para o encantador mundo dos livros.

Indicado para crianças a partir de 2 anos, O livro dos sentimentos (Português) Capa comum aborda sentimentos como raiva, medo, ansiedade e alegria, que são emoções tão contraditórias e confusas para as crianças. Às vezes não dá vontade de inventar alguma coisa diferente, como... beijar um leão-marinho? Todd Parr fala sobre os sentimentos e como devemos compartilhar todos eles com quem a gente ama.

Aos 2 anos, as crianças estão no frenético processo de descoberta do mundo e são agitadas e curiosas, como o personagem Ratinho, do livro O que tem Dentro da sua Fralda? Ratinho gosta de descobrir como tudo é por dentro. Nada escapa dele, nem mesmo as fraldas de seus amigos. Coelho, Cabrita, Cachorrinho, Bezerro, Potrinho e Porquinho, todos mostram suas fraldas. Então, claro, eles também querem ver a fralda de Ratinho. Uma grande surpresa os espera.

A infância é uma época importante para ensinar às crianças valores éticos, que devem ser refletidos e vivenciados por elas, pelos jovens e pelos adultos. O jogo dos dilemas: 40 cartas para trabalhar valores éticos com as crianças traz 40 situações para fazer a criança refletir, questionar e discutir sobre o que fazer para resolver o dilema contido na carta que ela retirar. Este livro em forma de caixinha pode ser utilizado em dinâmicas entre familiares, entre amigos, na escola e por profissionais das áreas de psicologia e psicopedagogia, para desenvolver competências socioemocionais.

Indicado para crianças a partir dos 5 anos de idade, o livro Quem soltou o pum? (Português) conta uma história é simples, mas a sacada é das boas: imagine um cachorrinho de estimação que se chama Pum! Daí dá para tirar diversos trocadilhos, criando frases e situações realmente hilárias. É um tal de não conseguir segurar o Pum, que é barulhento e atrapalha os adultos, que dizem que o Pum molhado, em dia de chuva, fica mais fedido ainda, o que faz o menino passar muita vergonha. Pobre Pum. E pobre dono do Pum! Mas não tem jeito, com o Pum é assim mesmo, simplesmente ninguém consegue evitar que ele escape e cause certos inconvenientes. 

O livro Malala, a menina que queria ir para a escola é ideal para passar valores morais e ajudar a criança a valorizar a oportunidade de estudar. O livro conta a história real de Malala Yousafzai, que quase perdeu a vida, em 2012, em um atentado, por querer ir para a escola. Ela nasceu no Vale do Swat, no Paquistão, uma região de extraordinária beleza, cobiçada no passado por conquistadores como Gengis Khan e Alexandre, o Grande, e protegida pelos bravos guerreiros pashtuns – os povos das montanhas. Foi habitada por reis e rainhas, príncipes e princesas, como nos contos de fadas. Malala cresceu entre os corredores da escola de seu pai, Ziauddin Yousafzai, e era uma das primeiras alunas da classe. Quando tinha dez anos viu sua cidade ser controlada por um grupo extremista chamado Talibã. Armados, eles vigiavam o vale noite e dia, e impuseram muitas regras. Proibiram a música e a dança, baniram as mulheres das ruas e determinaram que somente os meninos poderiam estudar. Porém Malala foi ensinada desde pequena a defender aquilo em que acreditava e lutou pelo direito de continuar estudando. Ela fez das palavras sua arma. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat dias depois do atentado, hospedou-se com uma família local e conta neste livro tudo o que viu e aprendeu por lá. Ela apresenta às crianças a história real dessa menina que, além de ser a mais jovem ganhadora do prêmio Nobel da paz, é um grande exemplo de como uma pessoa e um sonho podem mudar o mundo.

Aventure-se na Cidade dos Livros, um lugar mágico, onde a leitura é mais que uma paixão, os moradores são leitores insaciáveis e as árvores são recheadas de frutos e livros. O encantador de livros é um contador de histórias capaz de fazer os livros voarem, e Benjamim, um menino analfabeto que, juntamente com seus amigos, terá que salvar a cidade de uma terrível ameaça.

Todo mundo gosta de ouvir e de contar histórias. É narrando lendas que ouviram de seus pais, que por sua vez ouviram dos pais importante do folclore de um país. Como nasceram as estrelas: Doze lendas brasileiras tem 12 lendas, uma para cada mês do ano, todas elas com uma lição de vida, em que índio e caboclo são mestres. Você já tinha pensado que as estrelas podem ser curumins gulosos levados por colibris? E já ouviu falar do uirapuru, o pássaro encantado da sorte que mora na Amazônia? A esperteza de Malazarte já é famosa, assim como a festa no céu para a bicharada da selva. Mas vale conferir os detalhes. E conhecer melhor a linda Yara, a deusa das águas, o saci-pererê, o Negrinho do Pastoreiro amigo das formigas...Tudo termina em dezembro, com um belo conto de Natal em que um boi e um jumento aquecem o Deus-menino que acabara de nascer.