Lifestyle Reverter harmonização facial, como fez Lucas Lucco, pode dar alergia

Reverter harmonização facial, como fez Lucas Lucco, pode dar alergia

Especialista afirma que procedimento exige exames, cautela e qualificação profissional; há casos em que a mudança é irreversível

  • Lifestyle | Brenda Marques, do R7

Resumindo a Notícia

  • Lucas Lucco revelou nesta semana que reverteu totalmente a harmonização que havia feito
  • Processo traz riscos, por isso exige qualificação profissional e exames, diz especialista
  • Há casos em que os efeitos da harmonização facial são irreversíveis
  • Respeito às características de cada um é essencial para o sucesso do procedimento
Lucas Lucco antes e depois de reverter a harmonização facial

Lucas Lucco antes e depois de reverter a harmonização facial

Reprodução/Instagram

Lucas Lucco revelou na segunda-feira (19) que retirou totalmente o produto utilizado na sua harmonização facial, após ficar insatisfeito e com a autoestima abalada por causa do procedimento. De acordo com ele, agora só falta fazer "uns ajustes".

"Comecei a me reconhecer mais, a gostar mais da minha parência já faz uns meses. Então, pro pessoal que pergunta, eu estou muito satisfeito. Assim que a gente conseguiu retirar todo o produto, consegui voltar com minhas expressões normais", contou por meio dos stories do Instagram.

A harmonização facial feita pelo cantor consistiu em injetar ácido hialurônico em pontos do rosto - como queixo, maxilar e têmporas - para aumentar o volume dessas regiões, segundo Keila Jimenez, colunista do R7.

Reversão possível

A dentista e especialista em harmonização orofacial Andressa Castro explica que esse é um dos procedimentos que podem ser totalmente revertidos, mas há outros com efeitos permanentes.

"Um dos procedimentos que a gente consegue reverter são os preenchimentos à base de ácido hialurônico. A gente reverte com uma enzima que chama hialuronidase. É um procedimento tranquilo e não é doloroso", descreve.

A profissional destaca que essa enzima deve ser utilizada com muita cautela, por um profissional devidamente qualificado e após a realização de exames.

"Ela [hialuronidase] oferece sim seus riscos, porque é uma substância que pode causar alergia, então a gente tem que fazer um teste alérgico antes da aplicação no paciente e saber aplicar da forma correta", afirma.

De acordo com Andressa, o tempo para a conclusão desse processo é variável, mas demora. "A gente tem que avaliar o paciente, saber a quantidade de produto que foi injetado e, é claro, que quanto mais produto, mais tempo se demora para fazer a reversão", explica ela.

A especialista enfatiza que muitos dos casos de arrependimento em relação à harmonização facial ocorrem porque a pessoa perde a sua identidade e acaba por não se reconhecer no espelho. Foi exatamente isso o que aconteceu com Lucas Lucco.

“Se a gente ultrapassa o limite do suave, de uma coisa mais natural, a gente pode acabar se olhando para o espelho com traços que não são seus, e isso é muito ruim para a autoestima”, disse o cantor na época em que estava na terceira sessão para a retirada do produto de seu rosto.

Respeito às particularidades de cada um

Andressa pondera que esse problema é consequência da falta de respeito aos aspectos peculiares da aparência de cada indivíduo. 

"Isso acontece quando o profissional não segue o formato e as características naturais de pessoa e acaba padronizando o procedimento. Então, o conselho que eu dou é procurar saber se esse profissional está capacitado para realizar o procedimento, se pacientes que ele já atendeu estão satisfeitos e se você se identifica com o trabalho dele", orienta.

Ela reitera que o caminho para o sucesso da harmonização facial é realizar um tratamento personalizado, de acordo com as necessidades e características da pessoa que deseja fazer esse tipo de intervenção estética.

Veja também: Sete famosos que se arrependeram de fazer procedimentos estéticos:

Últimas