Procura se Cachorro Abandonada em lixão, cachorra idosa e paraplégica ganha final feliz

Abandonada em lixão, cachorra idosa e paraplégica ganha final feliz

Mel é de Fortaleza e foi adotada por uma família em São Paulo. Voluntários viajam sete dias para buscá-la de carro

Mel tem 15 anos e foi deixada em lixão para morrer

Mel tem 15 anos e foi deixada em lixão para morrer

Arquivo Pessoal

Mais um caso de abandono vem movimentando as redes sociais. A boxer Mel, de 15 anos, foi deixada em um lixão na cidade de Fortaleza para morrer. Além de idosa, a cachorra é paraplégica e necessita de cuidados especiais. Mas o final feliz começou quando voluntários encontraram uma família em São Paulo interessada na adoção. 

Mel havia sido resgatada, doada e abandonada novamente. A advogada Renata Bueno ficou sabendo da história e resolveu acolher o animal. “Vi o desespero da Alessandra Walckiers, a moça que a divulgou implorando uma solução. Como já tenho quatro idosos em casa, não aguentei saber que ela não tinha um lar e foi colocada na rua. Fiquei muito penalizada e quis mostrar que é amada e vai ser cuidada até o fim”, explica.

Voluntários de ofereceram para buscá-la de carro

Voluntários de ofereceram para buscá-la de carro

Arquivo Pessoal


A tarefa não seria fácil, mais de 6.000 km separavam adotada e adotante. A velhinha também não aguentaria o transporte de avião. Foi aí que outros dois voluntários, Renato Zuzarte e Priscila Bonfante, também de São Paulo, se ofereceram para buscá-la no nordeste. “Eu me disponibilizei e as meninas começaram a fazer o rateio para custear. Também consegui um carro emprestado”, conta o empresário. A viagem deve chegar ao fim na próxima quinta (12), após sete dias de estrada.

A nova dona diz que está ansiosa para receber a cachorra. “A rotina é que vai mostrar os cuidados necessários. Como ela é cadeirante, vou providenciar um saco de arrasto para que não tenha atrito ao se locomover”, diz. “Muitos podem achar loucura, mas se a Mel durar apenas 1 mês ou até mesmo apenas a viagem, já vai valer a pena. Ela vai conhecer o amor verdadeiro”, completa Renato.

* Alessandra Walckiers faz parte do Boxer Rescue Brasil, grupo que resgata boxers, desde 2010, em todo Brasil