Ser ou não ser (saudável)? Tá aí a questão!

PEXELS

No primeiro artigo artigo deste blog, falei sobre os inúmeros obstáculos que nos impedem de iniciar uma vida mais saudável. Tambem deixei umas dicas bem práticas que, com certeza, ajudam muito neste processo. Mas hoje quero falar sobre a real importância de ter um estilo de vida mais equilibrado. E definitivamente não é "modinha", não é estética e não é algo para ser passageiro.

Não podemos negar que a ciência evolui a cada dia, desenvolvendo soluções para aumentar a saúde e trazendo cura para muitas enfermidades. Porém, tantas outras doenças ainda esperam pela tão sonhada cura. Por exemplo, diversos estudos já demonstraram a associação entre a redução de doenças do coração e a combinação de prática regular de exercícios físicos, adoção de uma dieta equilibrada e controle do peso.

Mas minha intenção com esse blog não é ficar falando bonito ou usando palavras difíceis. É trazer a verdade "nua e crua", falar a real mesmo, sabe?


Cuidar da saúde como um todo, vai te manter longe de hospitais, remédios, estresse e depressão. Não estou dizendo para você fugir daquele check up anual super necessário; mas com uma rotina saudável, voce diminuirá os custos com saúde, com licenças médicas, dores e outros desconfortos.

PEXELS


Conhece aquele velho ditado: "Mente sã, corpo são"? Então, ele resume perfeitamente o que quero trazer aqui. Cuidar do corpo e da mente para ter uma vida mais leve e feliz.

Aliás, o segredo ta aí, na mente! Quando você sente aquele vontade de comer um hambúrguer no meio da tarde não é seu estômago, não é seu nariz, não é sua boca que está com vontade. "Existe a diferença entre a fome a vontade de comer. A fome é física; a vontade de comer é emocional", afirmou a nutricionista e coach de saúde, Ligia Henriques, durante um papo que tivemos durante a gravação do podcast do programa Câmera Record.

Sei que ainda estamos nos conhecendo, mas ao longo das postagens e das várias entrevistas que estão por vir, você vai entender que a culpa é do cérebro! Acredite! 

E aproveitando que estou num momento "Renata sincera", vai um recado:

Cuidar de si não é egoísmo! É amor-próprio e amor ao próximo!

E então, bora se cuidar?

Últimas