Mentiras sinceras não interessam! As lorotas que contam dos apps

Aplicativo de paquera fez pesquisa com usuários e revelou quais são as principais mentiras contadas por homens e mulheres

Não acredite em tudo o que vê nos apps de relacionamento

Não acredite em tudo o que vê nos apps de relacionamento

Pexels

Idade, altura, profissão e prática de atividade física estão entre as calúnias mais usadas por usuários de aplicativos de paquera, quando não mentem o próprio estado civil. É um verdadeiro vale tudo para chamar a atenção do crush.

O aplicativo de relacionamento The Inner Circle realizou uma pesquisa com cerca de 3 mil usuários brasileiros, entre 18 e 60 anos, para identificar quais as mentiras "inofensivas" que são mais utilizadas para conquistar likes.

A amostragem contou com a participação de 51,7% de homens e 47,8% de mulheres entre as 2.785 pessoas que responderam as questões. Desse percentual, 14,4% disseram que já mentiram dizendo ser mais sociáveis do que realmente são, 13,6% mentiram sobre a idade, diminuindo a idade real, e 13,4% disseram ter um trabalho diferente do que realmente têm.

Os membros do The Inner Circle também foram questionados sobre o que fariam se descobrissem que alguém com quem então saindo mentiu durante a conquista. A grande maioria, 80,8%, afirma que perdoariam dependendo da mentira, já 18,1% iriam deixar de sair com a pessoa. Ainda segundo o levantamento, 61,2% não perdoariam o fato do crush dizer que não tem filhos e na verdade ter e 38% não perdoariam a mentira de dizer que não é fumante.

Muitos (21%) mentem por estarem preocupados em não ser o suficiente para chamar a atenção ou usam esse artifício (25%) com o objetivo de despertar o interesse de pessoas mais atraentes. Mas poucos ficam com peso na consciência: 41,3% disseram que só confessariam a verdade para o crush se o assunto surgisse naturalmente e 21,5% nunca contariam. Só 29,2% disseram que contariam a verdade durante o primeiro encontro.

Em tempos de quarentena, em que ficar em casa gera uma sensação de solidão e acaba aumentando o interesse por navegar nos apps de relacionamento, a pesquisa serve de alerta. Nem tudo o que se vê ali é exatamente o que se enxerga na vida real. Nem tudo o que se fala é o que é. É sempre bom ficar esperto. Mentir, definitivamente, não é uma boa forma de começar um date.