Patricia Lages Análise: Quer educar seus filhos em casa? Ciro Gomes não vai deixar

Análise: Quer educar seus filhos em casa? Ciro Gomes não vai deixar

Pré-candidato do PDT sugere criminalizar a prática do ensino domiciliar e ofende adeptos: 'Papo de boçal, fanáticos doentes'

Ciro Gomes é pré-candidato pelo PDT

Ciro Gomes é pré-candidato pelo PDT

Divulgação

Em entrevista ao canal Dois Dedos de Teologia, no início da semana, o pré-candidato à Presidência Ciro Gomes deixou clara a sua opinião sobre o ensino domiciliar, o chamado homeschooling. Para ele, que os próprios pais sejam atuantes na educação dos filhos, como educadores ou contratando profissionais para aulas domiciliares, é um “modismo motivado por ideologia imbecil”.

O presidenciável, que já protagonizou vários episódios de ofensas a opositores, aconselha que “quem achar esse modismo uma coisa boa vote em outro, porque eu sou contra” e completa: “Não é possível mais deixar essas baboseiras prosperarem”.

Ele se referiu aos adeptos da prática como pessoas que “estão aí infernizando a vida de todo mundo e do Brasil também”, e afirmou que, com ele, “vai tudo para a cadeia”. O pré-candidato também mandou um recado de como as coisas serão caso ele seja eleito. “Pode tomar nota: um dos problemas do Brasil é a falta de autoridade”, disse.

Ao ser questionado pelo apresentador sobre essas falas, Ciro Gomes deu um passo atrás e alegou que se referia aos crimes de periclitação da vida e da saúde.

Chega a ser preocupante a forma como Ciro Gomes acredita que um presidente da República deve atuar, pois ao mesmo tempo que tira a autoridade dos pais sobre os próprios filhos faz afirmações que demonstram suas intenções autoritárias.

Mas acima das opiniões está a Constituição Federal, que garante aos pais o direito de educar os filhos e até mesmo recorrer à Justiça caso o Estado ultrapasse os limites legais.

O artigo 229 da Constituição estabelece que “os pais têm o dever de assistir, criar e educar os filhos menores”, enquanto o artigo 1.634 do Código Civil prevê que compete aos pais, quanto à pessoa dos filhos menores, “dirigir-lhes a criação e educação”.

Estamos vivendo um momento político em que não se tem mais respeito às leis e em que a Constituição Federal tem sido ignorada por pessoas que se julgam acima do bem e do mal.

A única coisa positiva nas falas de Ciro Gomes é o fato de vivermos em um país livre, onde todos (ou quase todos) podem falar o que quiserem. Por enquanto, ainda nos resta certa liberdade de expressão, mas, se o autoritarismo tomar o poder, provavelmente nem isso teremos.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

    http://meuestilo.r7.com/patricia-lages