Patricia Lages Análise: Problemas são vitaminas que precisamos tomar sempre

Análise: Problemas são vitaminas que precisamos tomar sempre

Assim como as vitaminas são necessárias para uma alimentação saudável, os problemas são cruciais para o desenvolvimento como um todo

Enfrentar problemas são oportunidades para crescer

Enfrentar problemas são oportunidades para crescer

Freepik

Se você está cheio de problemas, trago boas notícias: você está cheio de oportunidades! Vou ser bem direta no meu ponto de vista: quando tudo sai de acordo com o planejando, você não aprende tanto quanto nas ocasiões em que os problemas se levantam.

Gostaria imensamente de não ter tido que passar por uma situação de alto endividamento para me tornar especialista em finanças. Seria muito melhor ter aprendido a teoria sentada confortavelmente em uma sala de aula com ar-condicionado. Mas a realidade foi totalmente diferente disso! Foi pagando dívidas, na prática, que aprendi a pagar dívidas e foi negociando juros abusivos (e ouvindo todo tipo de ofensa) que aprendi a me livrar dos juros abusivos.

Quanto mais precisei encarar credores mal-educados e lidar até mesmo com ameaças físicas, menos medo eu tinha e mais argumentos desenvolvia. Hoje, você acha que negociar qualquer coisa que seja é um problema para mim? Sem dúvida que não! E tem mais: não creio que teria aprendido melhor em uma sala de aula. Afinal, eu não tinha apenas que estudar para fazer uma prova, mas, sim, provar meus conhecimentos, na prática, para me livrar da montanha de dívidas que um negócio mal administrado me deixou.

Foi driblando os problemas que apareciam – invariavelmente – todos os dias, controlando cada centavo do pouco dinheiro que entrava, me desdobrando em diversos trabalhos para aumentar a renda e apresentando planos de pagamentos factíveis que, em onze meses e vinte dias, paguei o equivalente a US$ 150 mil (R$ 761 mil) em dívidas.

Ninguém podia me ajudar a sair do buraco em que caí. Minha família não tinha nem sequer uma fração desse valor e praticamente todos os meus amigos desapareceram do mapa. E, quer saber? A melhor ajuda que tive na vida foi não ter tido ajuda nenhuma!

Quando somos crianças, nossos problemas se resumem a ter de comer e tomar banho quando tudo o que queremos é brincar. Mais tarde, os problemas aumentam e nos vemos obrigados a lidar com outras crianças, dividir nossos brinquedos e ir para a escola. Lá, os desafios crescem ao nos depararmos com coleguinhas legais e outros nem tanto. Alguns puxam o nosso cabelo, outros nos dão apelidos e, de quebra, tem a professora para nos dar bronca quando fazemos bagunça. Daí em diante, você já sabe como é: olhamos para trás e vemos que éramos felizes e não sabíamos! Mas isso tudo não é ótimo?

Tenho muita, mas muita pena das crianças de hoje, cujos pais não permitem que enfrentem suas próprias questões por achar que estão lhes fazendo um bem enorme. Na verdade, pais que querem poupar demais seus filhos, impedem que eles amadureçam e que sejam preparados pela vida a enfrentarem a própria vida.

Assim como nosso corpo precisa de vitaminas, quer sejam vindas dos alimentos ou de suplementos, nosso desenvolvimento pessoal precisa de problemas. Eles são a vitamina que todos nós temos de tomar diariamente para aprendermos a lidar com toda e qualquer situação. Portanto, quanto mais problemas, mais oportunidades de crescimento.

Autora

Patricia Lages é autora de 5 best-sellers sobre finanças pessoais e empreendedorismo e do blog Bolsa Blindada. É palestrante internacional e comentarista do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

Últimas

    http://meuestilo.r7.com/patricia-lages