Análise: O que está passando na tela da sua mente?

Passamos grande parte do tempo em frente a algum tipo de tela, recebendo um sem-fim de informações, mas a pergunta é: o que tem passado na tela da sua mente?

A televisão foi primeira tela a invadir os lares mundo afora e, no Brasil, sem sombra de dúvida foi um caso de amor à primeira vista. Desde 1950, com a inauguração da TV Tupi, a “telinha” se transformou praticamente em um membro da família e, mesmo passados 70 anos, ela continua tendo um lugar de destaque na sala da maioria dos brasileiros.

Mas hoje em dia a oferta de telas aumentou: computador, tablet, celular. E o tempo que damos atenção a elas foi às alturas. Acordamos usando uma tela luminosa como despertador. Nela já consultamos tempo e temperatura para saber o que vamos vestir. Programamos nosso percurso seguindo o mapa que ela indica. E mandamos uma mensagem instantânea se o tráfego é intenso e queremos adiantar alguma tarefa.

Criança diante do tablet. E a capacidade de imaginar como fica?

Criança diante do tablet. E a capacidade de imaginar como fica?

Pixabay

A vida ficou tão prática com uma tela resolvendo praticamente tudo que chega a ser impensável voltarmos a viver sem ela. São as telas que nos trazem as notícias, tanto da nossa cidade quanto de locais do outro lado do mundo, o entretenimento, que facilitam o trabalho e que nos colocam a par do que acontece na vida dos amigos, familiares, celebridades e tudo mais que possamos imaginar.

E é exatamente nesse verbo que eu queria chegar: imaginar. Você já percebeu que as pessoas estão deixando de lado um dos maiores poderes que o ser humano tem? Ao receberem tudo pronto, vindo de alguma tela, há quem não use mais a imaginação.

Somos dotados de uma mente capaz de criar inúmeras coisas e não há criação que não tenha nascido da imaginação. Tudo o que parecia impossível no passado e que hoje é real nasceu primeiro na mente de alguém. Mas quando nos submetemos a um sem-fim de informações o tempo todo, quando não passamos quinze minutos sem consultar alguma tela e quando deixamos de raciocinar pelo simples fato de termos tudo ao alcance de um clique, nos tornamos muito menos do que podemos ser.

Talvez você saiba quais são as notícias mais importantes de hoje. Talvez já tenha feito a sua postagem em alguma de suas redes sociais e checado o conteúdo produzido pelos seus amigos. Talvez seus olhos já tenham percorrido muitas telas a esta altura do dia, mas a pergunta é: o que tem passado na tela da sua mente?

Será que a tela da sua mente está fora do ar? Será que está exibindo apenas uma imagem distorcida com um chiado ao fundo? Será que quando você depende da sua própria tela não há informações relevantes passando ali? Lembre-se: por mais que a tecnologia esteja à nossa disposição, nada vai nos socorrer com tanta eficiência quanto o nosso raciocínio. Portanto, alimente o seu cérebro com um conteúdo relevante e faça tempo para usar a sua imaginação. Projete as imagens do que você deseja na tela da sua mente. Esse pode ser o seu melhor programa!

Patricia Lages

É jornalista internacional, tendo atuado na Argentina, Inglaterra e Israel. É autora de cinco best-sellers de finanças e empreendedorismo e do blog Bolsa Blindada. Ministra cursos e palestras, tendo se apresentado no evento “Success, the only choice” na Universidade Harvard (2014). Na TV, apresenta o quadro "Economia a Dois" na Escola do Amor, Record TV. No YouTube mantém o canal "Patrícia Lages - Dicas de Economia", com vídeos todas as terças e quintas.