Patricia Lages Análise: MTST invade a Bolsa de Valores de São Paulo

Análise: MTST invade a Bolsa de Valores de São Paulo

Movimento liderado por Boulos protesta na B3: “Sua ação financia nossa miséria” como se economia fosse jogo de soma zero

Movimentos sociais chegaram a invadir a sede da B3 no início da tarde

Movimentos sociais chegaram a invadir a sede da B3 no início da tarde

REUTERS/Amanda Perobelli-23/09/2021

Nesta quinta-feira, o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e o grupo Povo Sem Medo invadiram a B3, Bolsa de Valores de São Paulo. Em seu perfil no Instagram, o líder do movimento e candidato derrotado à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, publicou: “Retrato do Brasil Real na Bovespa! O @mtstbrasil ocupou o saguão da Bolsa contra a fome e o desemprego”.

Os manifestantes exibiam faixas e cartazes com os dizeres “Sua ação financia a nossa miséria”, “Tem gente ficando mais rica com a nossa fome” e “Tá tudo caro! A culpa é do Bolsonaro!” O problema dessa narrativa é que economia não é um jogo de soma zero, ou seja, para uma pessoa ficar rica não significa que outras tenham que ficar pobres.

A riqueza não é algo finito, pois riqueza se produz e quanto mais ricos houver, mais pessoas terão acesso a uma melhora de vida e não o contrário. Não há país no mundo onde as empresas deem prejuízo e a população seja mais rica. Portanto, não há o menor sentido em afirmar “sua ação financia nossa miséria”.

Décadas atrás, por exemplo, não havia internet, nem redes sociais ou plataformas de streaming. Tudo isso nasceu por meio de pessoas que, ao transformarem suas ideias em empresas lucrativas, atenderam à demanda de milhões de clientes, empregaram milhares de pessoas e permitiram que outras tantas gerem renda.

Quantos negócios só existem ou cresceram exponencialmente por conta da internet? Quantas pessoas divulgam seus produtos nas redes sociais? Não foi no Instagram que Guilherme Boulos postou fotos de seu movimento que se sustenta invadindo o que é dos outros enquanto dizem que os outros é que tiram o que seria deles? Alguém ficou mais pobre por causa da criação dessa plataforma?

Economia não é um jogo de soma zero, pois não existe um único bolo de tamanho pré-definido para ser dividido por todos. O que existe são ingredientes que podem produzir muitos bolos, de diversos tamanhos, sabores e formatos e, dessa forma, alimentar muito mais gente.

Porém, esse conceito simples não entra na cabeça de quem não quer trabalhar para construir seu próprio patrimônio, mas em vez disso, quer tomar posse daquilo que os outros trabalharam para construir. É a miséria de pensamento que financia os privilégios de quem brinca de ser pobre enquanto incita as pessoas contra o inimigo errado.

Últimas

    http://meuestilo.r7.com/patricia-lages