Marca australiana é acusada de exagerar no photoshop 

Responsáveis pela grife Camilla e Marc usaram o Instagram para negar as acusações de que teriam manipulado a imagem

O recorte das mãos levantou a suspeita de manipulação da imagem

O recorte das mãos levantou a suspeita de manipulação da imagem

Reprodução/Instagram

"Olá… o formato do corpo desta modelo não foi photoshopado ou alterado de nenhuma forma”, escreveram os representantes da marca Camilla e Marc, no Instagram, em resposta a vários usuários que deixaram comentários críticos à foto de uma campanha da grife. “Visite nosso website para ver imagens mais detalhadas ou DM se você tiver mais perguntas.”

No entanto, vários usuários do Instagram não se convenceram de que a imagem não foi adulterada devido à aparência das mãos da modelo em sua cintura, “Podemos falar sobre como essa foto foi amplamente alterada”, escreveu um seguidor. "Sua cintura e quadris não parecem estar em proporção."

“Esta é uma foto photoshopada muito decepcionante”, comentou outro usuário, acrescentando que eles podem boicotar a marca de agora em diante. "Realmente??? Posso ter acabado de comprar minha última peça C&M. ”

A modelo que está na foto de Camilla e Marc é Alannah Walton, e ela tem mais de 112.000 seguidores em sua conta no Instagram. Ela tem 1m75 de altura e uma cintura de 60 centímetros,  de acordo com seu portfólio de modelos na agência IMG.

A alteração de fotos de modelos e celebridades se tornou um assunto quente nos últimos anos, com críticas a anúncios falsos e alegações de imagem corporal pouco saudável. Em junho, o National Advisory Group on Body Image da Austrália supostamente desenvolveu orientações para ajudar as empresas de mídia a criar conteúdo “amigável para a imagem corporal”, de acordo com um relatório da Popsugar.

O código de conduta voluntário aconselha as empresas de mídia a não alterar muito a aparência de modelos e celebridades em revistas ou anúncios, além de ter modelos de passarela de tamanhos mais reais.