História do tie dye – Origem da técnica e como fazer em casa

Tie dye é uma técnica de amarração e tingimento de roupas milenar que foi abraçada pelos hippies nos anos 70 e resiste até os dias de hoje. Essa matéria História do tie dye – Origem da técnica e como fazer em casa foi criada pelo site Área de Mulher.

A princípio, a história do tie dye começou há milhares de anos atrás. É uma técnica de amarração e tingimento de roupas que foi abraçada pela comunidade hippie nos anos 70. Contudo, o nome ‘tie dye’ significa ‘amarrar e tingir’, que é exatamente o que a técnica faz para dar cor e vida para os tecidos.

Atualmente o tie dye é uma tendência de moda compartilhada em várias partes do mundo, desde artistas a blogueiras. Em suma, ela consiste em técnicas de amarrações do tecido, sejam eles roupas, calçados ou até mesmo mantas, com o tingimento desordenado de cores que combinam entre si, dando o efeito que conhecemos hoje.

Enfim, o tie dye ficou mundialmente conhecido durante o movimento hippie dos anos 70. Ele foi disseminado principalmente por artistas americanos como John Sebastian, Janis Joplin e Joe Cocker. Nos anos 90 a moda retornou através do punks e os clubbers e, assim, ganhou até as passarelas de moda.

Desde então a técnica não deixou de fazer parte de ambas comunidades e também prevaleceu no gosto popular, ganhando um boom em 2020 através de blogueiras, artistas e marcas de modas. No entanto, essa moda é mais “velha” do que possamos imaginar. O tie dye não nasceu no movimento hippie, ele veio muito antes disso.

História do tie dye

janis joplin

janis joplin

Area de Mulher
Folky

Os primeiros registros da técnica foram notados no século VI e século VII no Japão, China, Índia, Peru e no continente africano. Contudo, o tie dye como conhecemos, era chamado de “shibori” pelos japoneses e de “bandhani” na Índia. Ele dava aos tecidos cores combinadas e diferentes amarrações, dependendo da região e cultura. Por exemplo, os indianos utilizavam alimentos para colorir os tecidos, como a casca de cebola, entre outros.

Posteriormente, foi apenas entre os anos 60 e 70 que o tie dye se tornou um grande símbolo da cultura hippie nos Estados Unidos, ganhando o nome que conhecemos. A nomenclatura em inglês significa “amarrar e tingir”.

Conforme a cultura hippie pregava liberdade, o amor livre, o respeito à natureza e a contracultura de consumismo, os hippies abraçaram a técnica por reaproveitar roupas e dar uma cara ao movimento. Todavia, para os hippies, o tie dye significava literalmente liberdade, pela técnica também ter a liberdade de tingimento e amarrações, livre de regras.

hippies

hippies

Area de Mulher
Folky

O tie dye ganhou mais força nos anos 90, quando punks e clubbers popularizaram o estilo, visto que, roupas coloridas eram uma marca dessas comunidades. Nesse intérim, os punks misturavam a técnica em meio suas camisas de banda e jeans, enquanto para os clubbers, quanto mais cores, melhor.

clubbers tie dye

clubbers tie dye

Area de Mulher
Guia da Semana

Após a popularização da técnica, o tie dye ganhou as passarelas sob a influência de estilistas como Vivienne Westwood. Posteriormente, nos anos 2.000 a técnica permaneceu de forma discreta nos guarda-roupas da população, ganhando força em 2019 e tendo um boom em 2020.

Chá de graviola, para o quê serve? Benefícios no corpo e receita

×

O boom do tie dye

tie dye

tie dye

Area de Mulher
Portal Negocios JA

A história do tie dye não acabou nos anos 90. Conforme mencionado acima, ele ganhou muita força em 2019 e essa força vem crescendo cada vez mais. Com o isolamento social imposto pela pandemia do coronavírus em 2020, o método DIY, que significa “faça você mesmo”, ganhou as casas de todo o mundo.

Com isso, as técnicas têm sido aperfeiçoadas e as mais diversas combinações de cores estão sendo criadas. Assim também, marcas famosas e de grife incrementaram a técnica em suas roupas, como Calvin Klein, Collina Strada e Prabal Gurung.

Passo a passo de como fazer tie dye em casa

1 – Materiais

O tie dye possui infinitas técnicas, mas a maior parte delas é feita com amarração do tecido e tingimento. Com isso, você vai precisar de:

Tecido de cor clara, de preferência 100% algodão; Corantes diretos, corantes reativos, água sanitária ou tintas para tecido; Bisnagas ou recipientes para as cores; Cordões, barbantes ou elásticos, de preferência os de silicone.

2 – Amarração

A amarração fica por conta da sua criatividade. Você pode enrolar o tecido partindo do centro, fazendo uma espécie de caracol e amarrar fazendo um “x”. Você pode também só “amassar” o pano e amarrar em vários gominhos, ou dobrar a camisa e tingir. Veja mais neste conteúdo, que ensina técnicas e dá várias dicas para você confeccionar seu tie dye em casa.

amarração tie dye

amarração tie dye

Area de Mulher
Incrível Club
amarração

amarração

Area de Mulher
We Fashion Trends

3 – Tingimento

Antes de mais nada, vale ressaltar que o tecido não pode estar sujo, se não seu pano pode ser que fique manchado e você não vai querer isso.

Durante toda a história do tie dye, o que não faltou foi cores, então pode abusar delas! Se você for usar corantes ou tinta de tecido é preciso diluir. Coloque nas bisnagas ou recipientes que você separou para utilizar.

Feito isso, é hora da arte começar! O tingimento é livre e você pode fazer a combinação da forma como preferir. No entanto, é importante demarcar bem o limite das cores para que elas não se misturem.

tingimento tie dye

tingimento tie dye

Area de Mulher
UFPEL

O processo também pode ser feito com água sanitária em peças escuras. Basta utilizar apenas a água sanitária para tingir o tecido amarrado. O resultado é instatâneo!

jaqueta tingida com água sanitária

jaqueta tingida com água sanitária

Area de Mulher
Pantone

4 – Finalização

Para que as cores fixem, é necessário que elas fiquem secando por pelo menos 24 horas, sem exposição direta ao sol. Após isso, lave a peça separadamente por pelo menos três lavagens, pois ela solta um pouco de cor. Prontinho! Seu tie dye está finalizado.

roupas customizadas

roupas customizadas

Area de Mulher
Revista Jurema

Gostou desse conteúdo? Veja mais a fundo com técnica, dicas e passo a passo para inovar em suas roupas.

Fontes: Not The Samo, ElleDimona.

Imagem destacada: Pixabay

Imagens: Portal Negócios JA, Folky, Guia da Semana, We Fashion Trends, Incrível Club, UFPEL, Pantone e Revista Jurema.

Essa matéria História do tie dye – Origem da técnica e como fazer em casa foi criada pelo site Área de Mulher.