Lifestyle Idoso recebe a visita de cachorrinha antes de falecer de covid

Idoso recebe a visita de cachorrinha antes de falecer de covid

Frederico Minatto estava internado há nove dias e o último adeus não poderia ter sido mais emocionante e cheio de afeto

  • Lifestyle | Júlia Putini, do R7*

O último encontro foi uma surpresa para Frederico e ambos ficaram eufóricos ao se verem

O último encontro foi uma surpresa para Frederico e ambos ficaram eufóricos ao se verem

Arquivo Pessoal

Frederico Lucas Minatto, de 92 anos, estava em um hospital em Criciúma, Santa Catarina, para tratar a Covid-19. Internado há nove dias, foi após a piora de seu quadro que surgiu a ideia de trazer uma visita inesperada na segunda feira (25): sua cadelinha Lilica.

Lilica era sua fiel companheira há 10 anos e Frederico perguntava todos os dias sobre ela durante o período que passou no hospital. Sua filha, Fernanda Minatto, conta que eles já faziam chamadas de vídeo constantes para matar a saudade um do outro. Ela até cogitou trazer a cachorrinha escondida, mas conversando com os profissionais que acompanhavam seu pai o encontro pode ser programado.

"Não contei a ele que traria a Lilica. Quando eles se viram, os dois ficaram eufóricos. A saturação [de oxigênio] dele até subiu", disse Fernanda. A visita durou em torno de quatro horas e contou com todo o apoio da equipe do hospital. Lilica passou por uma higienização das patinhas antes de encontrar seu dono, além de ter sido transportada dentro de uma caixinha adequada.

Lilica está sentindo muito a falta de Frederico

Lilica está sentindo muito a falta de Frederico

Arquivo Pessoal

 Apesar de todos os esforços, Frederico não resistiu às complicações da doença e acabou falecendo no dia seguinte, terça-feira, dia 26 de janeiro. "Foi muito bom ter proporcionado isso para ele. Depois que passou a agitação do encontro surpresa, ele dormiu e ela também, embaixo da cama, velando seu sono", relatou Fernanda. Depois de ter tido o último encontro com seu dono, Lilica passou dias sem comer e só voltou a se alimentar hoje. "Ela está vivendo o luto como a gente. Eu estava arrumando as roupas do meu pai e quando coloquei em cima do sofá, ela deitou em cima. Com certeza está sofrendo, mas vai continuar sendo amada e cuidada, como nós sempre cuidamos", finaliza emocionada.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Andrea Giusti

Últimas