Pai congela brinquedos para manter filhos ocupados na quarentena

Britânico colocou objetos em recipiente com água durante a noite e devolveu às crianças pela manhã: "Sentei e fiz um sanduíche" 

"Sentei e fiz um sanduíche", relata pai que congelou brinquedos dos ilhos para mantê-los ocupados

"Sentei e fiz um sanduíche", relata pai que congelou brinquedos dos ilhos para mantê-los ocupados

Reprodução

Manter as crianças entretidas e garantir aquela meia hora de paz requer cada vez mais criatividade em tempos de quarentena. Foi pensando nisso que o britânico Duncan Gillepsie, de 38 anos, resolveu colocar os carrinhos dos dois filhos no freezer durante a noite. 

A ideia de congelar os brinquedos de Jem e Bram, de 5 e 3 anos, era propor que os garotos arrumassem maneiras inventivas de tirar os carrinhos do bloco de gelo rapidamente. 

"Fiquei bastante chocado comigo mesmo porque os coloquei no jardim, voltei para dentro, fiz um sanduíche de bacon e me sentei", admitiu Gillespie ao SWNS.

Gillepsie contou que ainda teve tempo para focar em suas tarefas enquando observava os meninos tentando libertar seus brinquedos dos blocos de gelo. Antes de dormir, ele colocou os objetos dentro de potes cheios de água, e no dia seguinte devolveu aos filhos. 

“Eles adoraram. Foi muito divertido vê-los elaborar estratégias ”, contou o pai dos meninos. 

Gillespie trabalha em casa desde o bloqueio do coronavírus, enquanto sua esposa, Bex, continua administrando um negócio de alimentos sem desperdício em Sheffield, Inglaterra, onde a família vive.

Veja também: Em quarentena, crianças desenham o que mais sentem falta