Distrito escolar nos EUA proíbe pijamas e chinelos em aulas online 

Regra de vestimenta tem a intenção de manter um senso de normalidade e rotina, mas não foi bem aceita pelos pais 

De acordo com escola, código de vestimenta dentro da casa serve para manter rotina

De acordo com escola, código de vestimenta dentro da casa serve para manter rotina

Pexels

Uma atualização do manual do aluno e da família do distrito escolar de Springfield, Illinois, para o seguimento do ano letivo durante a pandemia tem deixado alguns pais bastante indignados. De acordo com as novas regras de ensino remoto, os alunos estão proibidos de usar pijama durante as aulas online.

“Chapéus, bonés, bandanas, capuzes de qualquer tipo, faixas, óculos escuros, calças de pijama, chinelos ou sapatos com rodinhas presas na parte inferior não devem ser usados”, afirma o manual.

O distrito, que abriga 33 escolas, retomará as aulas do dia 31 de agosto sob um modelo híbrido com dois dias em aulas presenciais e três dias de ensino à distância. A regra da vestimenta tem a intenção de manter um senso de normalidade e rotina, mas não foi bem aceita pelos pais das crianças, que expressaram seu descontentamento nas redes sociais. 

"Crianças crescem sem roupas. Isso é uma pandemia. Muitos pais perderam seus empregos. Vamos deixar isso para os pais", desabafou uma das mães. 

"Eles virão investigar todos os dias? Não se preocupe com o que meus filhos estão vestindo na minha casa", escreveu um pai zangado.

Em entrevista ao USA Today, a porta-voz do distrito escolar Bree Henkins se posicionou à respeito da polêmica em torno do manual de conduta. 

"Nossa esperança é que os alunos abordem o aprendizado remoto como fariam em um ambiente de sala de aula, na medida do possível, dadas as circunstâncias individuais de cada aluno. No entanto, entendemos que a interpretação do código de vestimenta em um ambiente de aprendizado remoto será diferente do que em um ambiente escolar normal ", disse Hankins.

"É compreensível que durante o aprendizado remoto nosso código de vestimenta seja flexível", acrescentou ela. "Não temos a intenção de ser punitivos ou prescrever o que os alunos vestem em casa durante o aprendizado à distância, especialmente neste período de incerteza e adaptação para alunos, famílias e funcionários. Se houver uma preocupação específica no que diz respeito ao código de vestimenta, iremos abordá-lo individualmente com o aluno e sua família."

Pais em home office com os filhos divertem as redes sociais