Estudo descobre o sintoma na gravidez de que o bebê pode ser autista

Estudo apontou sintoma na gravidez associado ao autismo do bebê

Estudo apontou sintoma na gravidez associado ao autismo do bebê

Bebê Mamãe

Um sintoma na gravidez foi associado ao autismo do bebê

Uma pesquisa descobriu um sintoma na gravidez que está associado a maiores chances de autismo no bebê

Uma pesquisa descobriu um sintoma na gravidez que indica que o bebê tem maiores chances de desenvolver autismo. A pesquisa feita pelo Kaiser Permanente Southern California, nos Estados Unidos, descobriu que gestantes que desenvolvem a hiperêmese gravídica tem 50% mais chances de ter um filho com autismo.

A hiperêmese gravídica é caracteriza por enjoos fortíssimos durante a gestação. O estudo que analisou 500 mil crianças que nasceram entre 1991 e 2014 sugere que “crianças que nasceram de mulheres que tiveram hiperêmese gravídica têm maiores chances de ter autismo”, afirmou o autor do estudo Dr. Garios Getahun. Ele trabalha no departamento de avaliação de pesquisas do Kaiser.

A pesquisa também observou que os 53% a mais de chances de desenvolver autismo ocorrem quando a mulher sofre com a hiperêmese gravídica no primeiro e no segundo trimestre de gestação, no terceiro trimestre as chances não aumentam. O estudo ainda observou que meninas têm maiores chances de desenvolver autismo do que meninos se suas mães tiveram hiperêmese gravídica.

Os pesquisadores ressaltaram que esta descoberta pode ajudar no diagnóstico precoce do autismo nas crianças. “Saber desta associação pode criar oportunidade para um diagnóstico mais rápido e consequentemente um tratamento mais eficaz”, explicou o Dr. Garios Getahun.

Já foi descartada a possibilidade dos remédios usados para o tratamento da hiperêmese gravídica serem a causa desta maior chances de desenvolver autismo. Ainda não se sabe exatamente por que a hiperêmese gravídica levaria a maior chance da criança desenvolver autismo.

Contudo, a possibilidade que está recebendo maior destaque no momento é o fato de que por causa da hiperêmese gravídica muitas vezes a mulher não consegue se alimentar corretamente na gestação. E isto poderia acabar elevando as chances dos bebês desenvolverem autismo. Conheça os principais sinais de autismo no bebê.

Enjoos fortes na gravidez foram ligados ao autismo do bebê

Enjoos fortes na gravidez foram ligados ao autismo do bebê

Bebê Mamãe

Os enjoos fortes na gravidez foram associados ao autismo no bebê

O post Estudo descobre o sintoma na gravidez de que o bebê pode ser autista apareceu primeiro em Bebê Mamãe.