Ex-manicure, CEO fatura R$ 5,5 mi ao ano: 'Não sonhei ser milionária'

Percursora de técnica de maquiagem semipermanente revela o que foi preciso para comandar a maior empresa de micropigmentação do país 

Ex-manicure, Renata Barcelli fatura R$ 5,5 milhões por ano a frente de sua empresa

Ex-manicure, Renata Barcelli fatura R$ 5,5 milhões por ano a frente de sua empresa

Divulgação

Quando decidiu dar início a seu próprio negócio, a empresária de 47 anos Renata Barcelli trabalhava como manicure em um salão de beleza de bairro e produzia pigmentos para sobrancelhas. Hoje, ela comanda a maior empresa de pigmentação do país, a RB Kollors, que fatura R$ 5,5 milhões por ano. Conhecida como a percursora da técnica de maquiagem semipermanente microblanding, Barcelli revela que precisou de muita ousadia – e um empréstimo de R$ 500 mil do qual admite se arrepender - para fazer com que sua empresa vingasse.

“O que eu fiz foi uma loucura. Empreender não necessariamente é arriscar. Podemos dar passos curtos, mas não podemos deixar de agir”, aconselha Renata, que usou o empréstimo de consignado para realizar sua primeira produção em larga escala.

“Tive a ideia de fazer parcerias com professoras que ensinavam micropigmentação no país inteiro. Dei o pigmento a elas e disse: ‘Se o resultado for bom, vocês me pagam. ’ Começamos com 50 professoras e uma produção de 10 mil pigmentos nos primeiros dois anos. Hoje em dia produzimos 12 mil por mês. ”

“Nunca sonhei em ser milionária”

O negócio, que começou nos fundos da casa de Renata, ganhou o mundo e está presente na Colômbia, Chile, México, França, Egito e Itália. Segundo a empresária, foi a paixão pelo que fazia – muito mais do que a coragem para arriscar – unida a uma forte rede de apoio que determinou seu sucesso.

“Nunca sonhei em ter uma empresa milionária. Sonhei em melhorar a condição de trabalho na minha área. O amor me impulsionou a fazer isso. O que faz com que a gente tenha sucesso é o equilíbrio: cuidar da nossa parte espiritual, da nossa saúde e da nossa família. Isso vale muito mais do que a coragem e ousadia de se arriscar.

Minha família trabalha comigo o tempo todo. Prefiro pegar pessoas que me admiram e capacitá-las porque conseguem fidelizar minha marca.”
Renata Barcelli

Apesar dos bons frutos, Barcelli reconhece que, quando se fala em mulheres na liderança, os obstáculos podem estar além de seu controle. “Como mulher, esposa e mãe, aprendi a duras penas que delegar e gerenciar o tempo é a chave do meu sucesso. Uma indústria não aposta em um perfil feminino que está à frente da sua própria empresa. No começo, tive bastante dificuldade com alguns lojistas. Parece que eles subestimam a capacidade de negociação quando se trata de uma mulher.”

Anualmente, a empresária lidera ações no Outubro Rosa no qual trabalha na reconstrução de mamilos de mulheres que foram vítimas do câncer de mama. Em setembro deste ano, Renata vai à Harvard para palestrar em uma conferência sobre empreendedorismo.

Ainda assim, como mulher, esposa e mãe, aprendi a duras penas que delegar e gerenciar o tempo é a chave do meu sucesso.  Antes de qualquer reconhecimento acadêmico ou recompensa financeira, meu sucesso começa no meu lar"”