Lifestyle Entenda o botox nas axilas, como fez João Vicente de Castro

Entenda o botox nas axilas, como fez João Vicente de Castro

Dermatologista explica como o procedimento é realizado e fala sobre as contraindicações. A aplicação serve para resolver o suor em excesso na região

  • Lifestyle | Do R7

Ator realizou procedimento para gravar novela

Ator realizou procedimento para gravar novela

Reprodução/Instagram

Se quando o assunto é estética, você pensa que o botox, o queridinho das famosas, só serve para amenizar linhas de expressão, a notícia é que ele também pode ajudar a corrigir um probleminha chato: o suor em excesso nas axilas, que deixa aquele aspecto de pizza nas roupas.

Veja também: Caso Mariano: conheça as complicações da rinoplastia

Procedimento não é indicado para gestantes ou para alérgicos à toxina do botox

Procedimento não é indicado para gestantes ou para alérgicos à toxina do botox

Reprodução/Freepik

Recentemente, o ator João Vicente de Castro despertou curiosidade depois de afirmar que realizou o procedimento. Castro contou, durante uma entrevista para o programa Simples Assim, que se submeteu à aplicação para que pudesse gravar novelas sem ter que enfrentar o problema.

Segundo a dermatologista Natasha Crepaldi, a aplicação do botox nas axilas é praticamente um procedimento sem riscos, já que é injetado bem superficialmente em um local onde não há estruturas nobres que podem ser acometidas.

“O resultado é muito interessante, pois com a aplicação na técnica e quantidades corretas, o suor no local tratado é bloqueado por até 1 ano. É praticamente um adeus à pizza nas camisas”, afirma a especialista.

O problema, comum entre homens e mulheres, é também chamado de hiperidrose e geralmente é causado por um distúrbio no sistema nervoso que manda comandos erráticos para a produção de suor em situações de stress físico ou psicológico. “O botox nas axilas é um procedimento simples e realizado em consultório, assim como para rugas da face”, explica Crepaldi.

E mais: 'Acordei assim': beleza natural de famosas não dispensa procedimentos

Segundo a dermatologista, a agulha usada durante a aplicação é muito fina, o que pode causar dor no paciente. “Costumamos usar creme anestésico prévio e um dispositivo vibratório que disfarça a leve sensação de dor, tornando o procedimento extremamente tranquilo e tolerável”, afirma.

Ainda de acordo com a especialista, o procedimento não é indicado para gestantes, para quem tem alergia a toxina botulínica, ou se a pessoa estiver com ferimentos ou infecções de pele na região das axilas.

Lipo, silicone e rinoplastia: veja as plásticas dos peões de A Fazenda

Últimas