Programas multidisciplinares entram na briga contra obesidade

Mais do que a promessa de emagrecimento, clínicas desenvolvem projetos para ajudar pacientes a eliminar as causas que levam à compulsão alimentar

Almir chegou a 160 quilos e agora retomou sua batalha contra a obesidade

Almir chegou a 160 quilos e agora retomou sua batalha contra a obesidade

Arquivo Pessoal

Emagrecer rapidamente e sem esforço. Esse é o desejo de muitos dos que travam contra a balança uma luta diária e que, por isso mesmo, acabam vítimas de inúmeras promessas milagrosas, de pílulas a conselheiros virtuais. A verdade é que não existe fórmula mágica para perder peso. Programas multidisciplinares, que envolvem não só alimentação e exercícios físicos, mas também cuidados com o emocional do paciente, têm se mostrado eficientes na briga pela prevenção da obesidade.

Aos 47 anos, Almir Rodrigues Marchi começa a saborear os resultados da escolha que fez pelo projeto Carb 7 Diet, da clínica Upbe. "Começamos no dia 28 de agosto, cheguei com 148,9 quilos e estou conseguindo emagrecer bem. Eliminei 16 quilos de gordura e ganhei 10 quilos de massa", conta o comerciante. 

Almir já passou por efeito sanfona de muitos quilos. Jovem, fez Vigilantes do Peso e baixou de 140 quilos para 90 quilos. Voltou a engordar e chegou aos 160 quilos. Perdeu 70 quilos seguindo as orientações do reality Além do Peso, da Record TV, comandado pelo educador físico Alexandre Bro. Uma lesão no joelho o levou de volta aos três dígitos na balança.

"Eu nunca desisti de mim mesmo, sempre corri atrás dos meu objetivos. Aqui me receberam de braços abertos, dão atenção total, mostram onde a gente está errando, onde está acertando", avalia. 

Luciana Rocha, nutricionista da Upbe, que aplica o método, constata que para além da obesidade as pessoas estão extremamente carentes. "Elas precisam ser ouvidas", diz. "Quem sofre da doença costuma buscar ajuda quando passa a viver a exclusão e o preconceito da obesidade mórbida", acredita a profissional. "Há um julgamento social que leva a essa exclusão e gera grandes problemas de depressão. Não são só os níveis bioquímicos do obeso que aumentam. Ele não se enxerga mais na sociedade", avalia. 

O tratamento consiste em uma consulta inicial, presencial, em que é possível fazer um raio-x do paciente. "Ele vai para casa com todo plano alimentar, suplementação se necessário. Estou dando as ferramentas, mas sabemos que temos sabotadores internos e externos. Aí entram conceitos de psicologia positiva, de programação neurolinguística, para que a pessoa possa buscar em seu verdadeiro eu a chave da mudança", explica. "A gente transforma vidas." 

Método criado em causa própria

Mudar o próprio destino foi o que motivou a fisioterapeuta Edivana Poltronieri a desenvolver seu método para emagrecer. Em 2015, aos 35 anos, com obesidade grau II, ela decidiu que era hora de mudar. O gatilho? Um voo no qual ela não conseguiu afivelar o cinto de segurança.

“Eu dava palestras e aulas em todo o Brasil sobre os problemas de saúde causados pela alimentação desregrada e, mesmo sendo uma excelente profissional, não me sentia com credibilidade para falar sobre o assunto porque eu estava obesa”, conta Edivana.

Não fechar o cinto de segurança no avião foi o gatilho para Edivana perder peso

Não fechar o cinto de segurança no avião foi o gatilho para Edivana perder peso

Arquivo Pessoal

O resultado da virada? Menos 24 quiilos em 3 meses por meio da combinação de estratégias estudadas e comprovadas por ela. O sucesso de seu emagrecimento despertou o interesse de amigos e familiares, que quiseram tentar a mesma receita. “A fórmula que parecia mágica, na verdade, era a integração de reeducação alimentar, suplementação de vitaminas, tratamentos estéticos e acompanhamento diário com nutricionista e psicólogo”, explica. 

"Deu certo para mim, mas eu precisava provar que daria certo para qualquer pessoa. Minha intenção era compartilhar essa transformação pessoal, pois eu sei o quanto é difícil e o quanto eu sofri”, conta Edivania, que conseguiu comprovar cientificamente a eficácia de seu método. 
 

Edivana perdeu 24 quilos em três meses e desenvolveu um método de emagrecimento

Edivana perdeu 24 quilos em três meses e desenvolveu um método de emagrecimento

Arquivo Pessoal

De sua experiência pessoal, nasceu o 5S Estilo de Vida Saudável, programa multidisciplinar que une reeducação alimentar a acompanhamento remoto diário de nutricoaches e coaches por meio de aplicativo próprio, além de suplementação com nutracêuticos naturais e de visitas semanais nas clínicas franqueadas do método para a realização de procedimentos estéticos e atividades aeróbicas.

“O objetivo do 5S é inspirar pessoas a adotarem hábitos saudáveis, resultando em qualidade de vida e longevidade. Em breve teremos uma rede social para pacientes e ex-pacientes, pois as pessoas não querem se sentir sozinhas”, ressalta Edivana. "Não é sobre perder peso. É sobre ganhar vida", garante a ex-obesa empresária.