Comidas Natal sem aglomeração: saiba como reduzir a ceia e evitar desperdícios

Natal sem aglomeração: saiba como reduzir a ceia e evitar desperdícios

Nutricionista dá dicas para calcular a quantidade certa de comida e evitar muitas sobras de gostosuras na geladeira

Calcular a quantidade de comida por pessoa pode evitar o desperdício

Calcular a quantidade de comida por pessoa pode evitar o desperdício

Reprodução/Freepik

O Natal está batendo na porta e a pandemia do novo coronavírus não chegou ao fim. Por isso, a ideia de uma ceia com toda a família reunida em volta da mesa está longe de ser possível, já que aglomeração de pessoas é um dos facilitadores de contágio da doença.

Mas o clima natalino não precisa ficar de lado. Ainda dá para fazer um encontro especial, mesmo que para poucas pessoas, com comida gostosa e sem desperdícios.

O tradicional peru pode ser muito para uma família de quatro pessoas. Por isso, a recomendação de Patrícia Pontilho, coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera de Osasco, é usar a criatividade na hora de pensar o cardápio.

“A ave não é uma obrigação. Um peixe, como o tradicional bacalhau, uma carne assada ou mesmo um frango em cortes menores também servem de opção para compor a ceia”, explica a nutricionista.

Para evitar grandes sobras depois do jantar, o ideal é calcular a quantidade de comida que será servida. Para carne ou peixe, por exemplo, a quantidade ideal é de 200g a 250g por pessoa. Se for servido mais de um tipo de proteína, o número pode variar entre 100g a 150g para cada um.

Já em relação aos acompanhamentos, de 50g a 150g por pessoa já é suficiente. “Sobre as saladas, quanto maior a quantidade de vegetais no nosso prato, melhor. Mas, para quantificar, considere para folhas, aproximadamente, um prato de sobremesa por pessoa. Para legumes, uma xícara de chá do vegetal picado”, ensina Pontilho.

Também é preciso estar atento à quantidade de sobremesa que será servida. Preparar o doce pensando em uma ou duas porções por pessoa pode ajudar a evitar que o pavê fique na geladeira por uma semana.

2 litros de suco pode servir até 4 pessoas

2 litros de suco pode servir até 4 pessoas

Reprodução/Freepik

“Uma garrafa de vinho branco, ótimo para harmonizar com as receitas tradicionais das festas, é o suficiente para duas a três pessoas. Para bebidas sem álcool, 2 litros de suco de frutas é o indicado para um grupo pequeno, de até 4 pessoas”, completa.

Sobras tem prazo de validade?

Reaproveitar o que sobrou da ceia durante toda a semana depois do Natal é um costume entre as famílias brasileiras. Mas, ao contrário do que se imagina, não é só o aspecto da comida que denuncia se ela ainda pode ser consumida ou não.

“O recomendado é guardar na geladeira por, no máximo, 3 dias e no freezer por até 2 meses. Devemos reservar em porções menores, em uma quantidade que pode ser totalmente consumida numa próxima refeição. Isso evita ficar tirando da geladeira e aquecer, resfriar e aquecer novamente. As mudanças de temperatura favorecem a multiplicação bacteriana e reduzem a vida útil do alimento”, explica a nutricionista.

Para reaproveitar as sobras, a dica é desfiar o que restou de carne e usar em outras preparações, como um refogado com cebola, recheio de panqueca, tapioca ou uma torna salgada.

"Vale apostar naquela receita tradicional de família que aquece os corações e traz para perto a lembrança dos que não poderão estar presentes esse ano", finaliza Pontilho.

Últimas