Borderline: entenda o transtorno de Raissa Barbosa, de ‘A Fazenda 12’

Saiba o que causa e quais são os sintomas dessa síndrome

Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram

Alto Astral Comidas

“A Fazenda 12” estreou na última semana e já está gerando várias discussões na internet acerca do comportamento dos participantes. Nesta madrugada (16), o assunto da vez foi a participante Raissa Barbosa, por conta da sua reação ao ser a mais votada durante a formação da primeira “roça”. A modelo apresentou comportamentos explosivos, que podem ser explicados pela sua Síndrome de Borderline.

Vídeos de Raissa gritando e jogando água em outros participantes viralizaram nas redes sociais. No entanto, essa reação pode ter se dado por conta do seu transtorno psicológico. A assessoria da modelo confirmou o diagnóstico e disse que ela faz tratamento há muitos anos, ressaltando que o seu caso é leve e que a Record TV está ciente disso. Mas, afinal, você sabe o que é a Síndrome de Borderline?

Entenda a Síndrome de Borderline

É importante frisar que esse transtorno precisa de acompanhamento profissional, para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento correto, como comenta o Dr. Arthur Frazão, do Psico Online. “Geralmente, os indivíduos com borderline têm momentos em que estão estáveis, que alternam com surtos psicóticos, manifestando comportamentos descontrolados”, explica.

A doença, em níveis graves, pode provocar oscilações no humor, medo de ser abandonado pelos amigos e, até mesmo, comportamentos impulsivos, seja gastar dinheiro de forma descontrolada ou consumir comida exageradamente. “Esses sintomas começam a se manifestar na adolescência e se tornam mais frequentes no início da vida adulta. Por vezes, a síndrome é confundida com doenças como esquizofrenia ou transtorno bipolar”, afirma o Dr. Arthur.

A Síndrome de Borderline é causada por diversos fatores, podendo ser genética ou desenvolvida após traumas durante a infância e adolescência. O que gera os comportamentos descontrolados são as alterações no cérebro, principalmente nas partes que controlam as emoções e impulsos.

Principais sintomas

Alguns dos sintomas mais clássicos do borderline podem ser:

Medo intenso de ser abandonado ou de ficar sozinho, seja real ou imaginário; Tendência a assumir riscos sem pensar nas consequências, sendo que os resultados podem se voltar contra a própria pessoa, como acidentes de carro, sexo de risco ou uso de substâncias ilícitas; Pensamentos suicidas e tentativas de automutilação; Se sentir “anormal” ou “diferente”. Pessoas com o transtorno geralmente dizem que se sentem perdidas e vazias; Pensamentos paranoicos, como acreditar em coisas que não existem ou sentimento de perseguição; Forte sentimento de raiva, mesmo sobre assuntos aparentemente bobos, o que pode ser externalizado até de forma física; Montanha-russa emocional. Pessoas com borderline têm picos de sentimentos, como ansiedade, e logo depois depressão. Esses ataques podem durar horas ou até dias.

A Síndrome de Borderline necessita de tratamento contínuo, que deve ser feito com um psiquiatra e um psicólogo, unindo o uso de medicamentos ao acompanhamento psicológico.