Caso Letícia Sabatella: assédio na infância ocorre entre 8 e 12 anos 

Relato de assédio vivido aos 12 anos de idade pela atriz levantou discussão sobre importunação sexual na infância 

Desabafo da atriz Letícia Sabatella levantou discussão sobre assédio na infância

Desabafo da atriz Letícia Sabatella levantou discussão sobre assédio na infância

Reprodução/Facebook

"Voltando do balé, com 12 anos. Um carro para ao lado da calçada larga, o motorista pergunta o nome da rua e eu respondo de longe. Ele finge não escutar, eu me aproximo para que ele ouça. Então reparo no seu olhar vidrado, olhos verdes, pênis ereto". O relato da atriz Letícia Sabatella sobre o assédio que sofreu aos 12 anos de idade levantou uma discussão sobre importunação sexual na infância. 

De acordo com uma pesquisa publicada pelo Hospital Infantil Sabará, 25% das mulheres adultas e 10% dos homens adultos se lembram de terem sido assediados sexualmente quando crianças ou adolescentes, geralmente entre 8 e 12 anos de idade. Ainda segundo a pesquisa, embora 80% dos casos de abuso infantil sejam cometidos por conhecidos, o assédio por parte de estranhos também é uma realidade, especialmente entre as meninas. 

O relato de Letícia foi publicado logo após o desbafo da promotora de justiça Mirella Brito: "Eu tinha 10 anos de idade. Estava voltando do balé de ônibus e comprei um picolé. Na caminhada para casa com meu frutilly de morango, um carro para e o motorista fala: sonhando em ser este picolé. E é este tipo de violência que sofremos todos os dias, desde crianças."

"Se você acredita que isto é flerte, cantada e a mulher deve ficar feliz com sua opinião indesejada sobre ela, o corpo dela, a roupa dela, te digo com toda certeza do mundo: isto é violência e não galanteio", reforçou a promotora. 

Nesta terça-feira, a atriz Maeve Jinkins também publicou nas redes sociais o relato de assédio que sofreu aos nove anos de idade. 

"A partir dos nove anos eu já escutava nas ruas palavras sussurradas nos meus ouvidos. Coisas como “buc****a”, revelou. "Eu disse nove anos."

No caso da atriz Letícia Sabatella, o decreto de Lei nº 2.848 do Código Penal configura a situação estupro de vultnerável, uma vez que se tratava de um ato libidinoso contra uma menor de 14 anos. A pena é de reclusão de 8 a 15 anos.