Estilos de decoração para sua casa

Quer aproveitar os dias em casa para dar uma renovada no visual do lar? Então, aproveite as dicas de decoração e encontre o estilo que mais combina com você 

Pixabay/Reprodução

Decorar a casa, para muita gente, significa harmonizar o ambiente a fim de deixá-lo não só mais a sua cara, mas também reconfortante e aconchegante. A decoração de uma casa diz muito a respeito sobre o seu dono ou dona. Até mesmo a falta de decoração fala muito sobre o perfil da pessoa que mora ali. Ou seja, decorada ou não, a forma como você apresenta a sua casa é um reflexo da sua própria personalidade.

Por isso, para muitas pessoas é importante se conectar com o ambiente onde moram de uma maneira orgânica e pessoal. Decorar uma casa vai além de distribuir enfeites aqui e ali. É um processo criativo muitas vezes desafiador e desconcertante. Dessa forma, cada vez mais vemos surgirem blogs, canais no YouTube, revistas e influencers com dicas, informações e curiosidades sobre decoração para inspirar pessoas que querem decorar, mas não sabem por onde começar.

Confira algumas dicas de como e por onde começar a decorar a sua casa, deixando-a com a sua cara. Diferentes estilos de decoração para diferentes tipos e gostos, um há de ser o seu. E, por mais que você não goste completamente de um deles, ideias podem surgir para você começar a decorar ou incrementar a decoração que já existe no seu lar. Usando um cupom Mobly em móveis e decoração você pode aproveitar benefícios na compra e entrega.

Divulgação


Escandinavo: do clássico ao contemporâneo 

Conhecido com este nome por ter sido desenvolvido no norte da Europa, em países como Dinamarca, Suécia, Finlândia e Noruega, o estilo escandinavo flerta com o minimalista e se destaca pela máxima "menos é mais". Perfeito para quem gosta de tons claros, esse estilo deixa os ambientes com um aspecto mais aconchegante e acolhedor. Branco e tons pastéis fazem a combinação ideal de cores para os móveis e artigos que irão decorar o ambiente.

Já as texturas mais usadas são, na sua maioria, a metalizada ou de madeira. Pode-se usar cores vivas para dar destaque em determinados itens, mas cuidado para não abusar. Além disso, inserir  plantas em pontos estratégicos dos ambientes também é um recurso utilizado por pessoas que adotam o estilo em suas casas. Objetos vintage são bem-vindos e quadros com frases impactantes também.

Divulgação

Minimalista: o básico é chique

Ideal para quem não curte muitos objetos distribuídos pela casa, o estilo minimalista foi feito para as pessoas que seguem a filosofia do "menos é mais" na ponta do lápis. O estilo não dita muito as regras de cores e texturas utilizadas, como o escandinavo. Porém, a utilização de cores mais neutras, como branco, preto e cinza, é mais recorrente entre os adeptos desse estilo. O segredo é que nada seja muito chamativo.

A regra geral é ter o mínimo possível de objetos e artigos na decoração minimalista, de preferência apenas aquelas essenciais para o funcionamento da casa. Sim, a ausência de itens também é uma forma de decorar o seu lar. Os móveis, geralmente, são mais simples, no entanto, seguem uma tendência mais modernista com aquele toque de elegância e sofisticação inerente ao estilo.


Contemporâneo: ligado às tendências

O estilo contemporâneo é para aquelas pessoas modernas, mas que não abrem mão de um ambiente bem decorado e sofisticado. Pode abusar de vidros, madeiras lisas, texturas metalizadas e cores vivas para rechear e preencher o ambiente. Objetos e acessórios também são muito bem-vindos e ficam à mostra, distribuídos na ambientação.

A construção da harmonia pode variar entre cada pessoa. Uns vão para um caminho mais clean, outros já optam por uma decoração industrial mais rebuscada. O importante é manter a essência do estilo contemporâneo: requinte, design e funcionalidade, fazendo uma integração orgânica desses três itens. A decoração de interiores no estilo contemporâneo dá mais espaço para a pessoa expressar sua personalidade.

O estilo contemporâneo é para aquelas pessoas modernas, mas que não abrem mão de um ambiente bem decorado e sofisticado. Pode abusar de vidros, madeiras lisas, texturas metalizadas e cores vivas para rechear e preencher o ambiente. Objetos e acessórios também são muito bem-vindos e ficam à mostra, distribuídos na ambientação.

A construção da harmonia pode variar entre cada pessoa. Uns vão para um caminho mais clean, outros já optam por uma decoração industrial mais rebuscada. O importante é manter a essência do estilo contemporâneo: requinte, design e funcionalidade, fazendo uma integração orgânica desses três itens. A decoração de interiores no estilo contemporâneo dá mais espaço para a pessoa expressar sua personalidade.

Divulgação


Rústico: o clássico nunca sai de moda

Muita gente pensa que é difícil ou caro adotar o estilo rústico em casa, porém, esse estilo, apesar do estigma que carrega, não tem nada de difícil ou caro. Pelo contrário, se você usar a criatividade, é possível criar ambientes bonitos e sofisticados gastando bem pouco. Paredes de alvenaria, com tijolos aparentes, bastante vegetação distribuída e luminárias penduradas constroem muito bem a atmosfera necessária.

A essência do estilo rústico está baseada numa decoração com objetos e móveis antigos ou desgastados. Encontrá-los em bazares ou antiquários é bem fácil e uma boa pesquisa pode resultar em verdadeiras preciosidades dentro da sua casa. Móveis de madeira, como armários, cristaleiras e mesas de jantar, compõem magnificamente os ambientes.
 

Divulgação



Industrial: ouse e inove

Deixamos o estilo industrial por último porque ele é cheio de ideias. É tudo meio livre, não existem muitas regras. Ou melhor, existe uma: sua personalidade impressa no ambiente. Apesar disso, existem alguns itens recorrentes entre os adeptos do estilo industrial, como luminárias suspensas, eletrodomésticos de aço inox e alguns móveis que se destacam pela cor ou pela textura, pode ser um sofá vermelho ou uma mesa verde.

Ideal para pessoas urbanas e conectadas à vida da cidade. Não à toa, o estilo industrial nasceu em Nova York. O principal aspecto que caracteriza esse estilo são os espaços amplos que integram a decoração à estrutura exposta do local de maneira simplificada, mas sem perder a elegância.

Últimas