Casa container é opção sustentável e barata para quem quer construir

Arquiteto e youtuber Fernando Fonseca revela quanto custa e o que se deve considerar para fazer um imóvel assim

Fernando apostou na construção na chácara da família

Fernando apostou na construção na chácara da família

Divulgação

Muita gente tem o sonho de construir a casa própria, mas acaba esbarrando, principalmente, em questões financeiras. E esse é um dos motivos pelos quais um estilo diferente — e mais barato — de construção tem conquistado cada vez mais fãs em todo o mundo: a casa container.

Casas feitas de containeres não chegam a ser uma novidade, e provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre isso antes. Mas, ainda assim, esse tipo de imóvel desperta muita curiosidade. Quanto custa? Quais as diferenças em relação à alvenaria? Afinal, vale a pena investir em uma casa container?

Para responder a essas e outras perguntas, conversamos com o arquiteto Fernando Fonseca, criador do canal Sua Casa Container, no YouTube, e, claro, proprietário de uma.

Fernando mora em São Caetano, no ABC paulista, em uma casa de alvenaria, mas construiu na chácara da família uma casa container. "A gente tinha um espaço que seria usado para fazer uma casa lá. Mas minha sogra, que é a dona do local, disse que não tinha a intenção de construir. Foi então que pensamos em fazer uma construção que fosse o mais barata possível, mas, ao mesmo tempo, funcional e gostosa", conta.

Para o arquiteto, um dos pontos mais positivos de ter feito essa escolha, além da economia, foi o tempo que levou para erguer o imóvel. "Construir hoje uma casa de alvenaria demora muito. Mas, se você compra um container como o meu, por exemplo, um high cube de 40 pés, é muito rápido. A primeira etapa que a alvenaria exige — piso, parede e laje — eu consegui em três horas com o container, que foi o tempo que demorou para chegar na chácara", explica ele, que ainda revela ter levado apenas 15 finais de semana (ou 30 dias corridos) para terminar a construção. "Em alvenaria você, além de subir as paredes, tem de rebocar, passar gesso, quebrar, chumbar a parte hidraulica e elétrica... leva muito mais tempo".

Fernando ainda destaca que, apesar de ser uma casa 'de fim de semana', moraria facilmente lá. Inclusive, a ideia é construir uma para ser a casa 'oficial' da família.

"Ela é tão boa quanto uma convencional, e às vezes até melhor. A parte de isolamento termoacústico que a gente faz em drywall isola tanto a questão de temperatura quanto de ruído. Então, você tem uma casa que, quando chove, você praticamente não escuta. E a parte térmica é tão eficiente quanto alvenaria, a sensação térmica é muito boa dentro da casa container", garante.

Quanto custa?

O arquiteto diz que containeres como o dele, de 30m², podem ser encontrados entre R$ 10.000 e R$ 15.000, valor que depende, também, do custo do frete. "Eu fiz um levantamento e, em média, o preço do metro quadrado da casa container já finalizada é de R$ 1.000. E, dependendo dos móveis que você usar, pode até considerar esse valor já com a mobília. Vai depender muito do que você vai querer e a qualidade que vai querer", explica.

"Uma construção normal tem uma média de aproximadamente R$ 1.740 por metro quadrado. Então, o container é realmente muito mais barato, prático e sustentável.

Sustentabilidade

Além de todos esses benefícios, casas feitas de containeres não prejudicam o meio ambiente, conforme explica Fernando. "É uma construção sustentável, porque o container nada mais é que uma peça que foi descartada e você está reutilizando para fazer uma casa. Além disso, você gera quase zero de entulho e resíduos que comprometem o meio ambiente", afirma.

Confira, a seguir, alguns vídeos do canal Sua Casa Container e saiba mais: