Bichos Veterinários poderão usar terapia com células-tronco em animais

Veterinários poderão usar terapia com células-tronco em animais

Orientações de uso do procedimento foram publicadas no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (23)

Animais poderão ser submetidos a procedimento

Animais poderão ser submetidos a procedimento

Alto Astral

Resolução publicada nesta sexta-feira (23) no Diário Oficial da União definiu as orientações para a terapia com células-tronco em animais.

De acordo com as determinações do Conselho Federal de Medicina Veterinária, a terapia com células-tronco em animais compreendida a indicação, a prescrição e o uso, é atividade clínica privativa do médico-veterinário e deve seguir as seguintes orientações:

Deve contar com respaldo técnico que indique segurança e eficácia para o tratamento da doença ou agravo específico, na dose e via indicada, seja de forma isolada, adjuvante ou complementar;

O médico-veterinário é responsável pela utilização de equipamentos, produtos e materiais apropriados e, devidamente, registrados nos órgãos competentes.

Deve ser autorizada expressamente pelo proprietário, responsável ou tutor do animal mediante Termo de Consentimento Livre e Esclarecido para o procedimento.

A resolução entrará em vigor no dia 3 de novembro de 2020.

Últimas