Bichos Gatinho queimado em fogueira é adotado por enfermeira

Gatinho queimado em fogueira é adotado por enfermeira

Jenni Gretton cuidou do animal no hospital e decidiu levá-lo para casa após sua surpreendente recuperação

  • Bichos | Do R7

Jenni decidiu levar o gatinho para casa no dia da alta hospitalar

Jenni decidiu levar o gatinho para casa no dia da alta hospitalar

Arquivo Pessoal/Jenni Gretton

Um gatinho de apenas dois meses sofreu queimaduras no corpo todo ao cair em uma fogueira. Policiais da cidade de Derby, na Ingleterra, encontraram o felino caído na estrada, ao lado do local do acidente.

O animal foi levado ao Pride Veterinary Center para tratar as feridas e passou por uma cirurgia para salvar a visão.

O caso era tão grave que a enfermeira veterinária Jenni Gretton, de 32 anos, chegou a criar uma campanha online para arrecadar dinheiro para o tratamento. E, em apenas seis horas, levantou o valor necessário para cobrir o gastos.

Gato de Fogo

Gato de Fogo

Arquivo Pessoal/Jenni Gretton

A recuperação foi surpreendente. Jenni não queria abandoná-lo e decidiu adotar o pequeno paciente no dia da alta.

“Ele cheirava a cabelo queimado porque estava chamuscado. Todo seu pelo estava carbonizado, tinha orelhas e bigodes queimados. A pele do focinho e os olhos também estavam queimados. Ele estava muito dolorido", lembra a tutora.

Batizado de Fire Cat (Gato de Fogo), o filhote já está adaptado na casa nova e continua recebendo os cuidados médicos para tratar a pele.
 

Últimas