Bichos Gagliasso apadrinha loba-guará resgatada de propriedade rural

Gagliasso apadrinha loba-guará resgatada de propriedade rural

Apelidada de Jabuticaba, ela estava com a pata presa em uma árvore e passa por tratamento no interior do Rio de Janeiro

Bruno Gagliasso apadrinhou loba-guará resgatada no interior do Rio de Janeiro

Bruno Gagliasso apadrinhou loba-guará resgatada no interior do Rio de Janeiro

Reprodução

O ator Bruno Gagliasso apadrinhou uma loba-guará que foi resgatada no município de Aperibé, no interior do Rio de Janeiro.

Ela estava com a pata machucada e presa a uma jabuticabeira, dentro de uma propriedade rural da cidade, por isso, foi chamada de Jabuticaba. Agora, está recebendo todos os cuidados necessários no Núcleo de Estudos e Pesquisas em Animais Selvagens da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF).

Após ver os registros da loba antes e depois do resgate, Bruno começou a conversar com a subsecretária Municipal do Ambiente de Aperibé, Betiza Moraes, por meio do secretário Iunes Habib, e confirmou seu desejo em apadrinhar o animal.

Veja também: Cachorra amarrada a pedra de rio para morrer afogada é resgatada

Depois do processo de reabilitação, Jabuticaba será solta e reintegrada ao seu habitat natural, conforme indicação dos órgãos ambientais.

A expectativa do ator é que o processo aconteça onde fica o seu Rancho da Montanha, no município de Paraíba do Sul, também no interior do Rio. O local é reconhecido pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) como área de soltura de animais silvestres.

Jabuticaba está sendo tratada no Núcleo de Estudos e Pesquisas em Animais Selvagens da UENF

Jabuticaba está sendo tratada no Núcleo de Estudos e Pesquisas em Animais Selvagens da UENF

Divulgação

O lobo-guará é classificado pelo Ministério do Meio Ambiente como uma espécie vulnerável, em uma lista de animais ameaçados de extinção. Uma das razões que contribuem para isso é o animal estar frequentemente na mira de produtores rurais, que o consideram como inimigo do agronegócio.

Últimas