Cães na Inglaterra chegam aos 26 anos, 117 para os humanos

Tom e Candy, que não são parentes, desfrutam de uma dieta à base de biscoitos amantegados e são agora os cães mais velhos da Grã-Bretanha

Tom e Candy chegaram aos 26 anos de idade

Tom e Candy chegaram aos 26 anos de idade

Reprodução

Dois yorkshires terrier atingiram 26 anos de idade, o que equivale a 117 anos para os humanos e se tornaram os cães mais velhos da Grã-Bretanha. Tom e Candy, que não são parentes, vivem em Leicestershire, desfrutam de uma dieta à base de biscoitos amantegados e nunca precisam ser levados ao veterinário. 

A tutora Carol Sault só percebeu exatamente quantos anos eles tinham quando encontrou seus registros de nascimento. Aos 74 anos, Sault cria os dois cachorros desde que tinham apenas algumas semanas de idade e admite que os alimenta regularmente com refinados biscoitos, chá e batatas com manteiga.

No entanto, apesar de suas dietas fora do comum, ambos desafiaram as expectativas médicas e nunca foram ao veterinário para nada além de um check-up de rotina.

Eles agora têm o equivalente a 117 em anos humanos e viveram mais de uma década após a expectativa média de vida dos Yorkshire Terriers, que está entre 12 e 15 anos. "Eu sabia que eles estavam bem na casa dos 20 anos, mas não tinha certeza de sua idade exata até encontrar as certidões de nascimento novamente - eu simplesmente não pude acreditar", disse a dona.

Carol Sault com seus "cães velhinhos"

Carol Sault com seus "cães velhinhos"

Reprodução/Daily Mail

"Tom é cego e só consegue ver sombras, mas, além disso, são muito saudáveis, nunca precisei levá-los ao veterinário por algo sério", relatou Carol Sault.

“Eu nunca pensei em comprar comida especial para cães - eu costumava dar salsichas, mas elas estavam ficando muito gordos, então tivemos que acabar com isso. Mas eles adoram biscoitos e batatas com bastante manteiga."

Sault, de Shepshed, Leicestershire, adquiriu Tom em outubro de 1993, quando nasceu um filhote de uma cachorra que já tinha, mas ela não sabia que estava grávida.

Ela decidiu ficar com ele e, uma semana depois, comprou Candy na esperança de poder começar a criar o Yorkshire Terriers, como havia feito anteriormente, mas eles nunca tiveram filhotes. "Eles nunca se acasalaram em todos esses anos juntos - você acredita nisso? É realmente incrível", disse ela.

Tom chegou em outubro de 1993

Tom chegou em outubro de 1993

Reprodução/Daily Mail

Acredita-se que Tom e Candy sejam os cães mais antigos da Grã-Bretanha. Eles tiraram o título de um terrier preto e branco chamado Queenie, que foi aclamado no mês passado como o cão mais velho da Grã-Bretanha.

Antes disso, um Yorkshire Terrier de 26 anos chamado Jack foi proclamado o cão mais velho da Grã-Bretanha em 2016, embora tenha morrido naquele ano.

Aos 20 anos -100 para os humanos - cão idoso é apaixonado por fast food

A especialista em comportamento animal Caroline Clark, que administra a Pet Education and Training, disse que era "verdadeiramente raro" que Tom e Candy chegassem aos 26. "Vinte e seis são realmente notáveis, nunca ouvi nada assim. Os cães são como seres humanos e, na maior parte das vezes, a expectativa de vida se resume à sorte, à boa genética e ao quão bem eles são tratados mental e fisicamente", analisou. "O fato de nem estarem relacionados e serem tão velhos é incrível, o proprietário deve estar fazendo algo certo."

Um porta-voz da organização de caridade Dogs Trust disse que não há como saber exatamente quem é o cão mais velho da Grã-Bretanha, mas concordou que Tom e Candy haviam atingido uma "idade extraordinária".