Bichos "Beagles são usados em testes há muitos anos", diz veterinário

"Beagles são usados em testes há muitos anos", diz veterinário

Segundo especialistas, raça é ideal por causa do comportamento dócil e ninhadas grandes

  • Bichos | Marcella Franco, do R7

Animais foram resgatados na madrugada desta sexta-feira (18)

Animais foram resgatados na madrugada desta sexta-feira (18)

Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo

No resgate realizado na madrugada de sexta-feira (18) em um laboratório de pesquisas em São Roque, no interior de São Paulo, foram encontradas centenas de cães, todos da raça beagle.  

"Já há muitos anos que os beagles foram determinados como cães de teste", explica o veterinário Gilberto Mamoru Baba, da Clínica Veterinário Mundo Animal, especializada na raça.  

Os motivos para que os laboratórios considerem estes cachorros ideais vão desde seu comportamento dócil até a facilidade que eles têm para viver em bando.  

— É uma raça de tamanho e peso médio, o que é fundamental para os testes. Não adianta pegar um cão leve ou pesado demais, nem muito grande ou muito pequeno. Os beagles são fáceis de lidar, tranquilos e tem também uma boa reprodução, dando ninhadas de até oito filhotes. As crias conseguem sobreviver bem, e são bem rústicas. Além disso, é uma raça resistente à doença e bem pouco sensível.  

Há relatos inclusive de laboratórios que realizam cirurgias para silenciar as cordas vocais dos beagles, já que se trata de uma raça barulhenta, que late bastante.  

Veja também:
PETA divulga lista de empresas de cosméticos que fazem testes em animais
Advogado de instituto suspeito de maus-tratos a animais compara ativistas a "manada de elefantes"

Últimas