Sport Life Sistema imunológico infantil é prejudicado com novos hábitos

Sistema imunológico infantil é prejudicado com novos hábitos

Na pandemia, crianças passaram a consumir mais alimentos com excesso de sódio e açúcar, prejudicando o sistema de defesa do organismo

Sport Life
Shutterstock

Shutterstock

Sport Life

A pandemia mudou a rotina das famílias brasileiras, impondo limitações de deslocamentos e impulsionando cada vez mais atividades on-line. Quando olhamos para o público infantil, a permanência mais longa nos lares somada a falta de atividades esportivas tem implicado em um desequilíbrio nas refeições e um consumo excessivo de alimentos industrializados, com excesso de sódio, açúcar e gordura saturada. E isso prejudica o sistema de defesa.

“Este desequilíbrio nutricional prejudica o sistema imunológico. Devemos estimular uma alimentação mais próxima do saudável, com o consumo de três a cinco porções diárias de produtos do reino vegetal como frutas, legumes e verduras para suprir a necessidade de vitaminas, principalmente as do complexo B, C, D e E, além de minerais como zinco e selênio, que são fundamentais para a boa saúde e fortalecimento da imunidade das crianças”, orienta o cardiologista Dr. Daniel Magnoni, chefe de nutrologia do Instituto Dante Pazzanese, em São Paulo.

Uma alimentação saudável pode fornecer os nutrientes diários necessários. No entanto, nem sempre é possível manter uma rotina equilibrada para proteger o sistema imune, principalmente em tempos de pandemia em que as atividades em casa favorecem o consumo em excesso de doces e snacks nos intervalos das refeições principais.

“No grupo das crianças temos observado em nossa rotina clínica uma deficiência crescente de vitaminas decorrente da má alimentação. Nestes casos, indicamos mudanças na alimentação e, quando necessário, a suplementação de vitaminas e minerais sob orientação médica. Houve uma enorme evolução nutricional neste setor, além dos formatos tradicionais em líquido e comprimidos já contamos com uma nova geração de suplementos vitamínicos em gomas, que acaba favorecendo a adesão das crianças. Dessa maneira conseguimos manter o equilíbrio diário de vitaminas e minerais que favorecem o sistema imune, atuando preventivamente em muitas doenças”, comenta Dr. Magnoni, responsável pela área de nutrologia de 13 hospitais de São Paulo.

Vitaminas e minerais aliados da imunidade infantil

Complexo B – Auxiliam com a absorção e ativação de nutrientes, atuam na proteção e desenvolvimento de neurônios e formação de células vermelhas do sangue.

Vitamina C – Muito importante na função dos leucócitos, que formam as defesas do organismo, por isso tem o papel de auxiliar com a imunidade e disposição.

Vitamina D – Importante regulador do sistema imune e auxilia com a absorção de minerais como o cálcio.

Vitamina E – É uma das vitaminas em que a suplementação em concentração acima da recomendada contribui positivamente com a função imune.

Selênio – Essencial para o sistema imune, tanto inato quanto adquirido, com papel fundamental no equilíbrio de oxidação-redução e proteção do DNA.

Zinco – Auxilia no funcionamento do sistema imunológico, cicatrização de ferimentos, além de fortalecimento de unhas e cabelo.

Últimas