Sport Life Quer ficar em forma sem cometer erros? Siga estas 4 dicas

Quer ficar em forma sem cometer erros? Siga estas 4 dicas

Não dá para recuperar o tempo perdido de uma hora para outra. Mas, seguindo nossas orientações, você volta a ficar em forma rápido

Sport Life
iStock.com

iStock.com

Sport Life

Para ficar em forma, você deve apostar em alguns truques simples e que fazem toda a diferença. Mas por ter pouco tempo, você precisa evitar alguns obstáculos perigosos que podem causar diversos malefícios à saúde.

Veja o que você deve evitar para não ter dores de cabeça no futuro e ficar em forma.

1) Treino excessivo: de nada adianta você resolver intensificar o treino para recuperar o tempo perdido. Aumentar a permanência na academia, duplicar o número de aulas, exagerar na carga na musculação e não respeitar o tempo de descanso são atitudes que prejudicam a saúde muscular e não ajudam a ficar em forma. Além disso, alterar o treinamento dessa forma resulta em sobrecarga e fadiga muscular. E os sintomas do overtraining começam a aparecer. O primeiro é a queda no rendimento, levando você a entender que o problema é a falta de treino, quando o correto seria o descanso. Além disso, você pode ter o aumento da pressão arterial e dos batimentos cardíacos, insônia e queda do sistema imunológico.

2) Dietas milagrosas: elas estão em todos os lugares e grande parte delas abomina a ingestão de carboidratos. Porém, a ausência de carboidratos prejudica quem pretende ficar em forma, pois afeta a eliminação e a queima da gordura e ainda pode favorecer o aparecimento do mau hálito. Pior que isso, o falso emagrecimento acontece por conta da perda de água das células musculares, levando ao efeito rebote.

3) Hipertrofia em curto prazo: o desejo de ter músculos definidos em curto prazo é algo totalmente ilusório e não adianta para ficar em forma. Estudos comprovam que para conseguir aumento de massa muscular é necessário treinar regularmente e de maneira correta por mais de 90 dias. Antes deste período, você tem ganho de força neuromuscular, que representa o aumento da força conquistada por causa da coordenação motora e do desenvolvimento das sinapses entre o cérebro e o músculo.

4) Desidratação: causada pela perda de sais minerais e líquidos pelo corpo, não ajuda a ficar em forma e pode provocar diversos problemas à saúde e exige atenção especial. A perda de líquidos é aumentada durante a execução dos exercícios. Além de desidratar, ela causa fadiga precoce, situação que acarreta problemas físicos e de performance. Os sintomas mais comuns da desidratação são: dor de cabeça, fraqueza, câimbras e tontura.

Últimas