Sport Life O planejamento ideal para completar uma maratona

O planejamento ideal para completar uma maratona

Se você está pensando em correr essa emblemática distância, descubra quanto tempo de treino é necessário para alcançar o objetivo

Sport Life
Shutterstock

Shutterstock

Sport Life

Não tem como negar que os corredores têm fascínio pelas maratonas, que é a única modalidade esportiva que se iniciou graças a uma lenda. E se você faz parte deste grupo, mas ainda não corre a distância, saiba que é preciso, antes de tudo, fazer um planejamento.

“Para correr 42 km é preciso começar pelas distâncias mais curtas, galgando as quilometragens maiores aos poucos”, avalia o professor Ronaldo Martinelli, sócio-diretor da 5ways Sports Consulting.

Portanto, é essencial que você trace um plano visando correr a maratona. Ele deve durar, pelo menos, 4 semanas. “Isso para pessoas que já correm uma meia maratona, pois é preciso se adaptar durante esse período. É importante entender que para corrermos distâncias maiores, precisamos habituar as nossas estruturas, sendo fundamental que nenhuma etapa seja deixada de lado”, acrescenta.

No entanto, a falta de adaptação e o não cumprimento de um trabalho bem planejado podem colocar o atleta em risco. “Principalmente no que diz respeito a lesões, que serão mais frequentes e podem levar toda a programação para o lixo”, conta.

E prepare-se, pois você deve ter que dedicar mais tempo do que já está acostumado para que tudo dê certo quando for correr a maratona. “O planejamento deve ser feito de acordo com o tempo disponível, tendo em vista a quantidade de dias até a prova e o tempo diário para os workouts, já que a adaptação para a maratona consiste em estimular e recuperar o organismo a um novo processo”, diz Martinelli.

Sendo assim, sua melhor estratégia para se dar bem na maratona é treinar. E treinar muito, sempre. Pois a falta de estímulo pode levá-lo à desmotivação e atrapalhar a alcançar sua grande meta. “Lembre-se sempre que treinar para uma maratona não é fácil, requer muita dedicação e, principalmente, determinação”, finaliza o professor.

Últimas