Sport Life Medo de dieta? 20 conselhos para emagrecer sem muito esforço

Medo de dieta? 20 conselhos para emagrecer sem muito esforço

Se você é do tipo que fica com medo só de ouvir a palavra dieta, precisa conferir esse texto para descobrir como é simples perder peso

Sport Life
Freepik

Freepik

Sport Life

Tem gente que só de ouvir falar na palavra dieta já foge de medo. No entanto, não é preciso, pois com coisas simples de se fazer no dia a dia é possível comer menos e melhor. Quer saber como? Confira nossos 20 conselhos!

Coma amêndoas: mastigar algumas amêndoas entre 25 e 40 vezes fará com você ‘engane’ seu organismo, quando ele te alertar de fome. Elas liberam gorduras poli-insaturadas do fruto seco que, ao caírem na corrente sanguínea, parecem reduzir os níveis de insulina e o do hormônio do apetite conhecido como GLP-1 (peptídeo similar ao glucagon). Coma alcachofra: substâncias prebióticas como a oligofrutose e a inulina aumentam a perda de peso. Elas produzem níveis mais baixos de grelina, o hormônio da fome, e mais altos do peptídeo YY no intestino, ligado à saciedade. Prefira produtos desnatados: o leite desnatado fornece 90 cal por porção de 250 ml. Já o iogurte magro, 42 cal (o integral tem 61 cal). Troque o lanche por ameixa-passa: beliscar ameixas-passas reduz a vontade de atacar um doce e ajuda a aumentar a saciedade. Também favorece os movimentos peristálticos do intestino, já que a fruta tem propriedades laxantes, evitando a prisão de ventre e o inchaço abdominal. Pimenta e curry: a curcumina e a capsaicina, substâncias presentes nesses alimentos, têm um efeito antiobesidade, atuando sobre o metabolismo de lipídios nas células adiposas. Comece o dia com suco de blueberry: ajuda a reduzir a ingestão de alimentos e baixa a resistência das células à insulina. Além da dieta, também ajuda no combate ao diabetes e a hipertensão. Desligue a TV: As pessoas ficam mais ativas e comem menos alimentos calóricos quando assistem a televisão por menos tempo. Não coma rápido: Suas refeições precisam ter 20 minutos, pelo menos. O maior tempo à mesa enche o corpo de hormônios de saciedade. Esvaziar o prato em segundos bloqueia esses sinais. E coma muito (moderadamente): em vez de uma porção de vegetais no jantar, aposte em três. Ter uma grande variedade de alimentos no prato leva as pessoas a acabarem comendo mais. Só que, dessa vez, mais frutas e legumes. Pratos menores: Já reparou que em self-service o prato sempre é grande? Quanto maior o recipiente, maior a chance de se colocar mais comida do que o necessário. Durma bem: uma hora a mais por noite pode resultar em seis quilos a menos em um ano. Além disso, existem evidências de que a falta de repouso aumenta o apetite. Coma sempre Lanches saudáveis ao longo do dia, com intervalos curtos (de duas a três horas), ajudam a ficar mais satisfeito. Ande depois de comer: Uma leve caminhada após o almoço, ativará sua digestão, favorecendo a eliminação de resíduos. Treine no almoço: Se você está muito atarefado, aproveite a hora do almoço para treinar. treinar na hora do almoço. Procure companhia: Praticar a atividade ao lado de amigos e colegas sempre deixa tudo mais agradável. Hidrate-se: para que se mantenha bem hidratado, é preciso tomar água ao longo do dia. Varie: Fazer somente uma atividade fará que seu corpo, com o tempo, pare de notar a diferença, pois a musculatura fica mais eficiente e consume menos calorias. Procure sempre variar os estímulos e as intensidades. Inclua um dia de treino intervalado em sua rotina: o fartlek, assim como o treino intervalado, não apenas o ajudam a correr mais rápido como são uma maneira de queimar calorias mais intensamente. Experimente outros esportes e modalidades: todo mundo tem um esporte favorito, mas, quando se faz sempre a mesma coisa, o músculo fica acostumado. Para consumir mais energia e botar a musculatura de novo em ação, o importante é trocar de esporte, experimentar coisas novas. Divida o seu treino diário: Uma hora de exercício continuado queima menos que duas meias horas ao longo do dia.

Últimas