Sport Life Drible o passar do tempo atrasando o relógio biológico

Drible o passar do tempo atrasando o relógio biológico

O passar dos anos é inevitável, mas temos 4 hábitos que irão te ajudar a sentir menos o passar do tempo em nosso corpo

Sport Life
Shutterstock

Shutterstock

Sport Life

A ação do tempo em nosso corpo é algo natural e irreversível. As células se multiplicam, mas têm um determinado tempo de vida. A partir dos 20 anos, os ossos param de crescer e ganhar massa, partindo para a fase de declínio, ou seja, de perda de densidade óssea. Logo em seguida, por volta dos 30 anos, o condicionamento físico começa a sofrer um pouco.

Mas calma, que dá para manter o corpo com fôlego e resistência cardiorrespiratória e muscular. Por isso, separamos 4 hábitos que vão ajudar a retardar esse processo.

4 dicas

1. Atividade física desde a infância

1 em cada 5 mulheres maiores de 50 anos sofrem de osteoporose. A melhor maneira de prevenir essa condição no corpo é fazer atividade física desde a infância. “A criança precisa de atividade física, mesmo que não seja um esporte, mas brincadeiras são importantes. Passada esta fase e com o ingresso à puberdade, que começa a partir dos 11 anos, é possível escolher um esporte para praticar profissionalmente”, explica Maita Poli, ginecologista do esporte, em São Paulo.

2. Leve a sua FC ao limite

Antes de fazer qualquer atividade física, faça os exames para saber se está tudo certo com seu corpo! Feito isso, experimente em seus treinos de cardio (1 a 2 vezes por semana) para alcançar seu limiar anaeróbico (cerca de 85% da FC máx) ao menos três a quatro vezes, mantendo por 5 minutos a cada vez.

3. Força levada a sério

A nossa força diminui 10% a cada década de vida depois dos 30 anos. No entanto, essa redução pode ser insignificante para o corpo até passados os 55 anos se fizer um treino de força bem-estruturado. Procure sempre a orientação de um treinador qualificado para obter o treino ideal para você.

4. Alongue-se

A cada 10 anos de vida depois dos 40, o corpo perde 1 cm de estatura. Por isso, é importante incluir sessões de alongamento em sua rotina, para manter o tônus e a vitalidade da sua musculatura. A ioga e o pilates são modalidades excelentes neste aspecto, além de estimularem o trabalho de força e consciência corporal.

Últimas