Sport Life Descubra como saber se a hidratação está correta ou não

Descubra como saber se a hidratação está correta ou não

Você já deve estar careca de saber a importância de manter a hidratação correta, né? Mas, se ainda não sabia como mensurar isso, te ajudamos

Sport Life
Shutterstock

Shutterstock

Sport Life

Você já ter lido diversas vezes, inclusive aqui mesmo na Sport Life, que beber água é muito, mas muito importante. Ela ajuda a manter a fórmula das células e representa cerca de 70% do nosso organismo. É em meio aquoso que ocorre as reações químicas dentro do corpo. Mas como saber se estamos mantendo a hidratação correta?

Existe um clichê que aponta 2 litros como o ideal, no entanto, eles “são baseados em cálculos aproximados de quanto um adulto gasta em funções como a respiração, só para citar um exemplo. Mas tudo depende, também, da diurese, ou seja, se você faz muito ou pouco xixi, da taxa de transpiração – algumas pessoas perdem muita água pe­lo suor –, do metabolismo, do nível de condicionamento físico e até do clima”, explica Ricardo Munir Nahas, médico especializado em Medicina do Esporte.

Ou seja, essa número é ideal, normalmente, apenas para quem tem hábitos mais sedentários. Para praticantes de atividade física, o valor aumenta. Então, para saber quanto de água você realmente precisa diariamente é fazendo testes e percebendo as reações do seu corpo, a cor da urina, entre outros. Fique atento, porque o excesso na hidratação também pode causar problemas.

Proteína auxilia na hidratação

Até não muito tempo atrás, se acreditava que as proteínas dificultavam a manter a hidratação em bons níveis por reduzir a absorção de fluidos do estômago e do intestino para a corrente sanguínea. Não era à toa, portanto, que as primeiras bebidas esportivas que chegaram ao mercado não contivessem esse nutriente em suas fórmulas. Pesquisas recentes sugerem, no entanto, que uma pequena quantidade de proteína, na verdade, melhora a absorção de fluidos pelo corpo, e não o contrário.

Estudo da Universidade Católica San Antonio, na Espanha, mostrou que bebidas esportivas formuladas com carboidratos e proteínas chegam ao sangue mais rapidamente que aquelas feitas só com carboidratos, facilitando a hidratação.

Embora as proteínas não devessem ser utilizadas como combustível, sempre são, em alguma proporção. E, quanto à duração da atividade, tem relação direta com a proteinólise, isto é, a queima de proteínas.

Últimas