Sport Life Com função termogênica, pimenta vira aliada dos corredores

Com função termogênica, pimenta vira aliada dos corredores

Capsaicina, substância presente nas pimentas, ajuda a reduzir a fadiga pós-treino, além de potencializar a sensação de bem-estar

Sport Life
Getty Images

Getty Images

Sport Life

Cafeína e guaraná já são velhas conhecidas dos corredores. Em cápsula ou em pó, esses suplementos dão mais disposição e ajudam na queima de calorias e oxidação de gorduras. A aposta, agora, é na capsaicina, substância presente nas pimentas, como termogênico. Ela traz os mesmos benefícios para o metabolismo e tem a vantagem de reduzir a fadiga pós-treino, além de potencializar a sensação de bem-estar.

A novidade é de um estudo publicado recentemente no periódico The Journal of Strength Conditioning Research, que sugere que o consumo de suplementos de capsaicina melhora o desempenho físico em corridas. A pesquisa foi realizada em parceria com a Universidade Estadual de São Paulo, Universidade Federal do Piauí e Coastal Carolina University. Os participantes do estudo foram avaliados em diferentes ocasiões: em uma, tomaram um placebo 45 minutos antes de uma sessão de corrida de 1.500 metros e, em outra, consumiram um suplemento com 12 miligramas de capsaicina e percorreram o mesmo percurso. Com a susbtância presente na pimenta, os participantes percorreram a mesma distância em menos tempo e relataram menor percepção de esforço.

Como age?

“A capsaicina é conhecida por acelerar o metabolismo por meio do seu estímulo às mitocôndrias, responsáveis pela geração de energia para as células, o que acaba contribuindo também para um melhor rendimento físico. Acredita-se que seu consumo possa disponibilizar maior quantidade de glicogênio no fígado, um importante combustível para geração de energia, o que melhora parâmetros como força, resistência e percepção de fadiga”, responde o endocrinologista Francisco Tostes, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e especialista em emagrecimento e em atividades físicas.

Outros benefícios

Quem consome capsaicina com o objetivo de melhorar o desempenho nos treinos acaba obtendo outras vantagens. “Acredita-se que ela tenha ação analgésica, antioxidante, anti-inflamatória e anticâncer, além de ajudar a combater a obesidade”, informa o endocrinolgista. É possível se beneficiar consumindo alimentos ricos na substância, como a pimenta vermelha (malagueta, dedo-de-moça…). Quanto mais ardida, mais capsaicina a pimenta possui, mas vá com calma: em excesso, ela pode danificar as papilas gustativas e prejudicar o paladar. Além disso, a substância pode acentuar os sintomas de gastrite e hemorroidas, apesar de não causar esses problemas. O ideal é usar a pimenta fresca, como tempero.

Já se você não é fã do sabor, mas que aproveitar a propriedade termogênica, pode optar pelos suplementos de capsaicina, encontrados em cápsulas. Esses produtos, contudo, só devem ser usados com orientação nutricional. “É necessário entender o perfil do praticante de atividade física e se há restrição especificamente para algum suplemento. Quando se fala em termogênico, temos que ser cautelosos”, avisa Tostes. Se usado de forma incorreta, os suplementos termogênicos podem provocar dores de cabeça, irritabilidade, insônia e problemas gastrointestinais.

Últimas