Aprenda a deixar os pulmões mais fortes

É muito importante cuidar dos pulmões. E existem algumas atividades que podem ajudá-lo a ficar mais potente, forte, treinado e resistente

Sport Life
Shutterstock

Shutterstock

Sport Life

Você já deve saber que não basta apenas fortalecer alguns grupos musculares específicos, é preciso manter o corpo todo forte para obter os reais benefícios à saúde. Os pulmões estão inclusos nisso, obviamente. Entrevistamos Vitor Alvarenga, fisioterapeuta criador do programa Adeus dor nas Costas, da Queima Diária, que nos contou o que é necessário para isso.

“É preciso separar as pessoas por grupos: as que são saudáveis e que tem histórico de atividade física, pessoas que são saudáveis, mas que não tem histórico de atividade física e as pessoas com esses perfis que pegaram a Covid-19, meu caso por exemplo. Sou atleta e, mesmo tendo alto rendimento, foi difícil o retorno ao esporte após a doença. Quando fui correr e nadar, atividades que sou super adaptado, senti dificuldade”, comenta.

O especialista aponta que os sedentários devem sentir mais dificuldade. “É extremamente importante fazer uma avaliação médica para saber como que anda a questão de volume de oxigênio dela, ou seja, como está os pulmões, os batimentos cardíacos e a pressão arterial. Acho muito importante ressaltar isso, porque às vezes a pessoa tem uma doença silenciosa e começa a fazer atividade física sem consultar o médico e isso pode ser prejudicial à saúde dela. Passando pelo exame médico, há vários exercícios que as pessoas podem fazer, mas isso vai depender muito do que ela busca e do peso que tem”, aponta.

O início

Vitor diz que é preciso começar básico para que depois você consiga melhorar o condicionamento e ir aumentando a dificuldade. “A prática da caminhada necessita apenas do tênis, roupa e uma garrafa de água para hidratação. Sugiro fazer pelo menos de 3 a 4 vezes por semana por cerca de 40 minutos, iniciando em um ritmo leve. Quem já praticou atividade física antes e é saudável pode evoluir para a corrida”, conta. 

O fisioterapeuta ainda reforça que “todas as atividades físicas contribuem para fortalecer o corpo e vão ajudar a expandir os pulmões, ou seja, o volume de oxigênio inserido por minuto aumenta e o corpo fica mais condicionado. A respiração vai ficar melhor e se adquire também melhor qualidade do sono. A atividade física é prevenção para mais de 50 doenças”.

“Bike indoor é outra atividade que indico. O ideal é fazer cerca de 30 a 40 minutos de forma leve por dia. Natação é outro esporte super benéfico para os pulmões e, se a pessoa tiver alguma comorbidade, pode iniciar através da hidroterapia, hidroginástica, porque são atividades sem impacto”, complementa. 

Dicas de fisioterapia

Abaixo, Vitor mostrou outras atividades e conselhos para quem pretende deixar os pulmões mais fortes. Então, confira!

Para quem já pegou Covid, é importante fazer exames de sangue para ver como está a situação do corpo. Há estudos que apontam que pessoas que contraíram o vírus começaram a ter algumas deficiências e pode desenvolver algumas inflamações. Então é importante checar isso e, quando retornar aos treinos, que seja aos poucos, de forma leve. Talvez tenham, inclusive, que passar primeiro por uma fisioterapia respiratória.

Um dos movimentos que indico é subir os braços, respirar fundo e soltar o ar, inspirar fundo, subir bem os braços e soltar o ar. Ao fazer esse movimento a frequência cardíaca aumenta e aí é possível expandir mais os pulmões. É um movimento básico, dá para fazer sentado ou de pé, como se fosse se espreguiçar.

Mas, dependendo do nível que a pessoa está, minha sugestão é fazer o movimento 15 vezes com 3 séries, com descanso de 1 minuto entre as séries.

Outra atividade simples de se fazer em casa é pegar um copo, encher a metade com água e colocar um canudinho. Logo depois, inspire e sopre o canudinho, soltando o ar até fazer bolhas, de forma bem profunda. Puxo o ar e solto através do canudinho. Sugestão: 10 repetições com 3 séries.

Usar o canudo diretamente na boca exige mais esforço dos pulmões do que fazer o movimento com a boca aberta, sem canudo. Isso porque o canudo é estreito e exige mais empenho da respiração. Esse exercício melhora a resistência e contribui muito para o fortalecimento dos pulmões.

Últimas