Sport Life Alimentos detox limpam nosso corpo e combatem a obesidade

Alimentos detox limpam nosso corpo e combatem a obesidade

Dieta balanceada, com alimentos detox, pode ajudar na redução do número de pessoas com obesidade, que quase dobrou no Brasil com a pandemia

Sport Life
Shutterstock

Shutterstock

Sport Life

Um dos fatores de risco da Covid-19, a obesidade cresceu 72% no Brasil entre 2006 e 2019. De acordo com o Vigitel, do sistema de Vigilância de Fatores de Risco para doenças crônicas não transmissíveis do Ministério da Saúde, a porcentagem de brasileiros obesos passou de 11,8%, no início do período, para 20,9% no ano passado. No entanto, os alimentos detox podem ajudar na redução desses números.

Ou seja, dois a cada dez brasileiros hoje sofrem com esse problema. Estufamento, fadiga, inchaço e uma dieta repleta de delícias hipercalóricas. Muita gente se identifica com pelo menos um desses sintomas ou hábitos, que só aumentaram durante o período de isolamento na pandemia.

“Esses são os efeitos do excesso em açúcares refinados, gorduras saturadas e hidrogenadas, alimentos industrializados e bebidas alcoólicas, pois eles nos intoxicam e inflamam o nosso organismo”, afirma Gabriela Camargo, endocrinologista e nutróloga da Clínica Leger.

Para combater este quadro de obesidade, a médica indica a ingestão de alimentos eficientes. “Os chamados ingredientes detox, são antioxidantes. Ou seja, eliminam, limpam e desintoxicar nosso organismo favorecendo a perda de peso e ajudando no retardo do envelhecimento celular. É preciso ficar longe de produtos repletos de sal, açúcar e farinhas brancas. Por outro lado, deve-se incluir na lista de compras frutas, verduras, hortaliças fibras, carboidratos integrais, carnes magras e ovos”, completa.

Logo a seguir, Gabriela Camargo dá a receita de um suco detox que ajuda no combate à obesidade e o melhor, de forma saudável e saborosa.

As atividades como aliadas do detox

“A melhor atividade física é aquela que traz o benefício do exercício com algum nível de prazer, pois assim iremos repetir. Mas, se o objetivo não é apenas saúde e sim alguma meta estética ou desempenho esportivo, a orientação de um educador físico também é fundamental. Muitas pessoas procuram fazer atividade física para perder peso. Neste caso, é importante ressaltar que, especialmente para os sedentários que vão começar a prática esportiva, que o pequeno gasto calórico da atividade física pode ser facilmente anulado com excessos na alimentação. Para perder peso a atividade física deve estar alinhada com um trabalho de reeducação alimentar. Se colocarmos a atividade física como um compromisso do nosso dia, com um grau de importância semelhante ao trabalho ou alimentação saudável. Então, um intervalo pequeno de tempo já serve para treinar”, conta a profissional ao analisar como os exercícios são importantes para completar o efeito ‘detox’ dos alimentos.

Gabriela ainda conta que ser fisicamente ativo ainda pode ajudar no combate a outras enfermidades. “Como já foi demonstrado em alguns estudos sobre alimentação, a proibição de certos alimentos como uma prescrição médica pode ter o efeito reverso, de aumentar o seu consumo. Sendo assim, a obrigatoriedade da atividade física pode aumentar a frustração de quem tem dificuldades em praticar. Vale lembrar, que inúmeros estudos científicos já demonstraram o benefício de atividade física para o controle de condições como depressão, ansiedade, síndrome do pânico, insônia.”

Últimas