A corrida de rua como agente transformador

Bruna Coelho contou, em Live da SL, como ser ativo fisicamente e como isso a ajudou em um momento difícil e determinante da sua vida

Sport Life
Getty Images

Getty Images

Sport Life

Bruna Coelho teve sua vida transformada pelas Divas que Correm. Após passar por uma cirurgia em 2014, ela entrou para o projeto, que surgiu em 2013. Com isso, ela se sentiu acolhida para começar a praticar a corrida, fator determinante para se manter bem até hoje em dia. Em entrevista ao professor Gabriel Fernandez (@coach_gabrielfernandez) no sábado (10), na Live da Sport Life, ela contou a sua história.

“O Divas começou em 2013 com a Giselli Souza, a fundadora do projeto. Em 2019, ela se tornou triatleta e não tinha mais tempo de focar nisso. Eu já era a líder do Divas em Sorocaba, desde 2017, combinei com ela e eu assumi a liderança. No mês seguinte, senti uma dor muito forte no meu seio, que tenho prótese. E ela estava rompida. Fiz a troca, mas sem nódulo, nada. Nesse exame, descobri que tive infarto, 45% do ventrículo esquerdo paralisado, uma trombose e um coágulo de 4 cm no meu coração. Estava treinando forte, vinha de uma prova forte, mas minha vida virou de ponta cabeça. Passei a tomar muitos remédios e tive que parar de correr. Fiz a cirurgia e, mesmo que essa parte danificada não se restabeleça, eu irei conseguir. Tive uma melhora e fui liberada para voltar a praticar a corrida. Não morri por estar treinada e me cuidar”, contou.

O projeto

“As mulheres já são maioria nas provas de 5K e 10K. A ideia [do Divas] começou em São Paulo e foi se expandindo pelo Brasil. Estamos sempre muito arrumadas, as corridas são um momento de lazer para nós. Eu mesma, achava que nunca iria conseguir correr, mas consegui. Estamos presentes em 16 estados e somos 120 mil mulheres pelo Brasil”, comentou Bruna.

Além de se unir para correr, as Divas também apoiam as outras mulheres em diversos aspectos, do social ao financeiro. Bruna disse que o projeto ainda ajuda com informações para mostrar que a correr também exige cuidados.

A atual líder do Divas ainda destacou como a prática da modalidade foi transformadora para sua vida. “Só estou viva graças à corrida. Cheguei a pesar 103 quilos e estava completamente desmotivada. Mas o emagrecimento é consequência. Ela fortalece o corpo e ajuda, não tem jeito. Estamos sempre fazendo desafios, como ficar sem açúcar por um mês. Temos, sempre, uma nutricionista orientando”, concluiu.

Lives continuam nesta semana

O canal da SL no Youtube retoma, nesta segunda-feira (12), as Lives sobre as corridas de rua. O convidado será Rodrigo Lobo, diretor e treinador da Lobo Assessoria Esportiva. Corredor e triatleta, há 20 anos, o especialista também é palestrante de temas relacionados à saúde e qualidade de vida. Acompanhe e se inscreva no canal para não perder nada!

E fique de olho que as inscrições para o Sport Live Run começam já
nesta quinta-feira (15). A prova acontecerá de maneira virtual com as
distâncias de 5K, 10K e 21K.

Últimas