Sport Life 6 princípios básicos para iniciar no Pilates

6 princípios básicos para iniciar no Pilates

Você ainda tem dúvidas dos benefícios que a prática do Pilates pode trazer para sua vida? Veja como ele funciona e renda-se!

Sport Life
Shutterstock

Shutterstock

Sport Life

O Pilates é uma prática completa, ou seja, gera benefícios para todo o corpo. Assim sendo, ao trabalhar todos os grupos musculares de uma só vez, você ganha mais elasticidade muscular e a mobilidade articular. Ficou com vontade de começar? Então, confira nossas 6 dicas para os iniciantes!

Centralização: A força do corpo não está nos membros (braços e pernas) e sim na power house, que se localiza nos músculos do abdômen, do quadril e da região pélvica. É ali onde se dá a estrutura para braços e pernas realizarem exercícios, tornando os movimentos do corpo mais harmônicos.

Concentração: Durante os exercícios de Pilates, deve-se manter atenção exclusiva para a prática, em cada músculo. Deixe as preocupações de lado, a fim de sentir a parte do corpo que está sendo trabalhada.

Controle: A coordenação motora deve manter padrões de força e velocidade ideais, eliminando movimentos e contrações musculares desnecessárias. É essencial para evitar lesões e estresse muscular.

Respiração: É por meio da respiração que acontece a oxigenação do sangue, proporcionando aos músculos a energia necessária. Esse método mereceu, especialmente, a atenção de Pilates, pois a maioria das pessoas respira da forma errada durante os exercícios.

Fluidez: Cada movimento deve partir do centro de força e ser realizado em sem interrupções, mas de maneira suave. Os impactos devem ser absorvidos, afim de evitar o desperdício de energia quando há algum choque do corpo contra o solo.

Precisão: Poucos movimentos precisos são mais proveitosos do que muitos sem o devido empenho. O equilíbrio deve ser perfeito para que o alinhamento da coluna seja o melhor possível.

Mas antes do Pilates…

Vale reforçar, por fim, que o primeiro passo antes de se aventurar com o Pilates deve ser buscar a orientação profissional. Isso porque, por se tratar de uma técnica que envolve principalmente a postura, pode prejudicar pessoas com algum tipo de desvio na coluna. Além disso, quem sofre com distensões musculares, doenças reumáticas, entre outras, também deve passar por exames para evitar danos à saúde durante a prática.

Os especialistas, inclusive, recomendam o Pilates como parte do tratamento destes problemas, entretanto, é preciso cautela para que a saúde não sofra nenhum dano.

Últimas