Sport Life 3 atividades para fazer em casa e ficar longe da depressão

3 atividades para fazer em casa e ficar longe da depressão

A falta de atividades físicas na pandemia ajudou a elevar os números da depressão e da ansiedade. Entenda como mudar esse quadro

Sport Life
Shutterstock

Shutterstock

Sport Life

A mudança na rotina das pessoas por conta da Covid-19 alterou diversos comportamentos das pessoas e trouxe uma nova atenção para os profissionais de saúde. De acordo com a pesquisa realizada pela Unifesp, 3 a cada 10 pessoas passaram a sofrer com a depressão durante a pandemia pela falta de atividade física.

Ainda de acordo com o levantamento, dos 1.853 que responderam a pesquisa, 30% dos voluntários apresentaram sintomas de depressão em grau moderado ou grave e 23,3% com sintomas de ansiedade.

Para diminuir esses índices, a instrutora Camila Sachs, treinadora e instrutora de aulas de Fit e HIIT do Weburn, apresenta algumas dicas de exercícios para auxiliar a essas pessoas entrarem em forma e usar o espaço de casa para espantar as tensões diárias que podem causar depressão e ter um ambiente de treino do dia a dia.

1) Polichinelos:

É um exercício interessante para o alongamento muscular e tem alguns benefícios importantes como auxiliar o condicionamento físico, melhorar a coordenação motora e o fortalecimento dos músculos.

A indicação é de três séries de um minuto, com 30 segundos de descanso entre elas.

2) Sentar e levantar do sofá:

Esta é uma ação corriqueira do dia a dia, porém, pode também ser utilizada para atividade física. O exercício de sentar e levantar do sofá ou cadeira também auxilia no condicionamento e ajuda no fortalecimento das pernas e da lombar. Além disso, pode deixar você menos ansioso e sem depressão.

Você pode fazer essa atividade em três séries com 30 repetições.

3) Prancha:

Essa atividade não necessita de qualquer movimentação. Um espaço no chão de casa e você consegue executá-lo da melhor forma. A prancha é uma ótima pedida pois melhora a flexibilidade, equilíbrio e postura, além disso ameniza dores nas costas, tão comuns neste período de home office.

Mais três séries de 30 segundos é o indicado para o seu dia a dia.

Camila explica como essas atividades irão ajuda a ficar longe dos sitomas da depressão e da ansiedade. “Praticando esses exercícios simples já é possível sentir o corpo ativo e mais bem condicionado. Atividades como essa estimulam a adrenalina e impulsionam algumas funções no corpo que deixam as pessoas mais animadas para fazer isso diariamente. Comece aos poucos e vá aumentando a intensidade dos treinos. É uma boa saída para treinar em casa e aliviar as tensões diárias”, completa.

Lembrando que os casos mais severos de depressão devem ser tratados com auxílio médico especializado.

Últimas