15 fatos para te ajudar a correr na esteira

Principalmente em tempos de pandemia, utilizar a esteira como parceira nas corridas é uma ótima alternativa. Confira as vantagens!

Sport Life
Shutterstock

Shutterstock

Sport Life

Tem muito corredor que torce o nariz para a esteira. Bom, não dá para negar que as ruas são muito mais atrativas, certo? Mas a verdade é que o equipamento pode oferecer uma série de vantagens e quem a ignora pode estar perdendo uma parceira de treinos.

Seja pela praticidade, seja pela ajuda, a esteira merece uma chance. “Os treinos não precisam ser cancelados em dias de chuva e ainda dá para correr ouvindo música sem se preocupar com o trânsito, ou até mesmo assistir a seu programa predileto na televisão enquanto corre”, lembra Cristiano Santana, líder do grupo de corrida da Cia. Athletica, unidade Kansas, em São Paulo (SP).

Com a pandemia, teve gente que se rendeu à esteira da academia do condomínio ou até adquiriu uma para ficar na sala de casa mesmo. E para que ela não se torne apenas um aparelho a mais para pegar poeira no cômodo, listamos 15 razões que vão mostrar por que ela pode ser sua melhor amiga de treino.

1 – Dá para correr ao lado dos amigos sem que um atrapalhe o ritmo do outro.

2 – É possível se preservar para aquela prova dos sonhos. Imagine torcer o pé na rua e se machucar às vésperas de uma maratona? 

3 – Rápida e prática, a esteira ajuda a fugir do trânsito. Você não precisa se deslocar até um parque, nem mesmo para a academia, se tiver o aparelho em casa ou no condomínio. 

4 – Com ela, tem-se o controle total da intensidade do treino, bem como da distância. “A esteira permite fazer o treino no ritmo pré-estabelecido na planilha, cumprindo certinho o pace por quilômetro”, diz o treinador Caio Vinícius de Souza, da MPR Assessoria Esportiva. 

5 – Dá para ouvir música no volume que quiser. Afinal, por segurança, na rua muitas vezes é preciso deixar os fones de lado. Além disso, é possível tirar o atraso da sua série favorita, programa de TV ou filme.

6 – Iniciantes, pessoas acima do peso ou em tratamento de lesões têm na esteira uma grande amiga, devido ao menor impacto. “Com a esteira, reduz-se o impacto nas articulações se comparado ao asfalto ou pistas de corrida dos parques”, diz Cristiano Santana, da Cia. Athletica.

7 – Corre-se a hora que der. “Num dia de chuva forte, mesmo que você não simpatize muito com as corridas indoor, vai agradecer demais a sua esteira por lhe possibilitar cumprir o treino que seu treinador elaborou – e é certo que ele vai te cobrar”, lembra o treinador Emerson Vilela, da Mevilela Assessoria Esportiva. 

8 – Você mora em um lugar plano e precisa treinar subidas? A esteira permite “criar” ladeiras com variados graus de inclinação. 

9 – Se, ao contrário, você mora em um lugar com topografia acidentada e só precisa fazer uma rodagem leve ou intervalados no plano, o equipamento garante isso com facilidade. 

10 – Não é porque você não sai do lugar que o treino será monótono ou tranquilo. Pelo contrário. A esteira permite brincar com variações de ritmo e inclinações e fazer uma corrida matadora.

11 – Treinos que exigem velocidade constante são muito mais bem executados na esteira do que na rua. Além disso, o equipamento é uma valiosa ajuda para aqueles que costumam perder o pique e deixam o ritmo cair na segunda metade do treino. 

12 – Por absorver melhor o impacto, a esteira dá um descanso para as suas articulações e ossos. Você também não corre o risco de torções, como na rua, por pisar em desníveis, buracos ou pedras. 

13 – Algumas esteiras modernas vêm com programas que simulam trajetos famosos pelo mundo, sendo uma ótima pedida para quem quer estar bem preparado para uma das majors. Ou seja, você consegue também programar seus percursos. 

14 – Com a esteira, você tem um momento só seu, de introspecção. Correr em turma é ótimo, mas às vezes tudo o que se precisa é dar suas passadas sozinho, sem conversar, apenas com seus pensamentos. Correr na esteira permite que você se volte mais para si, e, assim, ela também te ajuda a prestar mais atenção ao seu movimento de corrida, passadas, batidas do coração, posicionamento de braços e postura em geral. “Nem sempre as pessoas querem socializar muito com os outros durante o treino”, explica Diego Lopez, da Trilopez Assessoria Esportiva. 

15 – Você passa longe da violência das grandes cidades. E corre com segurança, sem se arriscar a sofrer um acidente, atropelamento ou assalto.

Últimas