Beleza O que você precisa saber antes de fazer uma lipo lad 

O que você precisa saber antes de fazer uma lipo lad 

Após morte de influenciadora, cirurgiã plástica comenta riscos do procedimento e esclarece dúvidas 

Procedimento é o mais procurado entre famosas e influenciadoras

Procedimento é o mais procurado entre famosas e influenciadoras

Reprodução/Instagram

No ano passado, a lipo LAD (ou lipo HD) esteve entre os procedimentos mais buscados na web e um dos mais realizados por influencers e celebridades. Mas a morte da blogueira Liliane Amorim fez com que a euforia em relação ao tanquinho instantâneo desse lugar a muita polêmica e preocupação. 

Afinal de contas, quão seguro seria um procedimento capaz de trazer um abdômen sarado em questão de horas? Segundo Elodia Avila, cirurgiã plástica do Hospital San Gennaro e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, trata-se de uma cirurgia com complicações mínimas, mas que dependem das condições pré-operatórias de cada paciente. 

"Fatores de risco para qualquer processo são minimizados através de através de exames de imagem e sangue. Os problemas mais comuns são relacionados à imunidade e à questões prévias como a musculatura mais frouxa e hérnias internas, que podem ser detectadas no exame de imagem", alerta a cirurgiã.

Como funciona a lipo LAD?

"Trata-se de uma lipoaspiração tradicional em que a musculatura é mimetizada através de técnicas de retração", explica Avila, que é cirurgiã formada pela USP. "Com a própria cânula conseguimos raspar o subcutâneo que vai imitar o músculo retroabdominal das mulheres"

Quais as complicações mais comuns?

Hematomas e seromas (acúmulo de líquido embaixo da pele) estão entre as complicações mais comuns no pós operatório de uma lipo LAD, de acordo com a cirurgiã plastica. "No caso do seroma, as chances de ocorrer podem ser minimizadas por técnicas como o uso de cintas para que a pele tenha aderência ao plano profundo e não dar pontos nas regiões em que as cânulas foram infiltradas." 

Últimas