Beleza Conheça os tipos de olheiras e como tratar cada uma delas

Conheça os tipos de olheiras e como tratar cada uma delas

Escurecimento na área dos olhos está associado a diversos fatores e por isso exige diferentes procedimentos, dizem especialistas

Saiba como combater as olheiras e bolsinhas abaixo dos olhos

Saiba como combater as olheiras e bolsinhas abaixo dos olhos

Alto Astral

Quando se fala em skincare e prevenção ao envelhecimento facial, a área dos olhos tem sido a maior fonte de angústia estética durante a pandemia. Afinal, são as olheiras que denunciam os primeiros sinais de cansaço e stress causados pela pandemia.

Mas você sabia que nem todas as olheiras são iguais – e existe um tratamento adequado para cada uma delas? É o que explica a dermatologista Pâmela Ribeiro. Segundo a especialista em cosmiatria, área voltada para o tratamento e prevenção de problemas estéticos na pele, existem diferentes fatores para o aparecimento das olheiras.

“No caso de pigmentos e vasinhos arroxeados, o tratamento com luz pulsada é uma boa opção, assim como peeling. Já para profundidade, o mais indicado é o preenchimento com ácido hialurônico”, diz.

A área dos olhos é a mais sensível aos efeitos do tempo, clima e das emoções justamente por se tratar de uma pele mais fina, explica a dermatologista Luciana Garbelini.

“Para se ter uma ideia, a pele do restante do corpo pode vir a ter cerca de 2 milímetros de espessura, enquanto a pele da região dos olhos tem em média 0,5 milímetro. Por isso, essa área está mais favorável ao aparecimento de colorações escuras”, explica.

Quais são os tipos de olheiras?

• Olheiras profundas: são recorrentes em pessoas com o globo ocular naturalmente mais profundo, por questões genéticas, ou por perderem o preenchimento natural devido ao envelhecimento ou perda intensa de peso.

• Olheiras vasculares: podem apresentar tons azulados, arroxeados ou avermelhadas e aparecem devido à má circulação do sangue depois de noites mal dormidas.

• Olheiras pigmentares: geralmente são identificadas pelos tons amarronzados e são mais frequentes em pessoas com excesso de melanina ao redor dos olhos.

• Olheiras mistas: é o tipo mais comum entre as possíveis olheiras, são as olheiras que possuem mais de uma causa e que, muitas vezes, estão associadas ao seu desenvolvimento, como genética, bolsas de gordura ou flacidez, acúmulos de vasos, entre outros.

Olheiras coloridas são a nova tendência de make entre as jovens

Últimas