Área de Mulher Tratamentos para acne – Tipos de acne e o que fazer em cada caso

Tratamentos para acne – Tipos de acne e o que fazer em cada caso

A acne é uma condição muito comum, e além da questão estética é um problema de saúde, então é importante conhecer os tratamentos para acne. Essa matéria Tratamentos para acne – Tipos de acne e o que fazer em cada caso foi criada pelo site Área de Mulher.

Area de Mulher

Quando se fala em acne, logo as pessoas pensam em adolescência, porque é um problema muito frequente nessa fase da vida, principalmente pelas alterações hormonais. No entanto, a acne não é um problema exclusivo da adolescência. Por se tratar de uma condição inflamatória da pele, ela pode ocorrer também em outras fases da vida. Portanto, é muito importante conhecer os tratamentos para acne e assim, lidar com o problema da melhor forma possível.

Contudo, os tratamentos para acne são definidos de acordo com o tipo de acne. Desse modo, a inflamação de pele pode ser classificada a partir das suas características principais, a causa e o grau. Então, a partir disso, um dermatologista é que poderá indicar o melhor tratamento, esse que pode incluir o uso de produtos cosméticos, bem como remédios anti-inflamatórios e/ou antibióticos.

Sendo assim, hoje iremos falar sobre o que é essa condição, os principais tipos e claro, os melhores tratamentos para a acne.

O que é acne?

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Fala Universidades

A acne nada mais é do que uma doença de pele inflamatória, que acontece quando os folículos pilosos ficam obstruídos, seja por sebo, células mortas e outros resíduos. E isso favorece a proliferação de bactérias e originar as chamadas espinhas, cravos, cistos, caroços e as cicatrizes, que além de uma questão estética também afeita a saúde.

A acne tem origem em várias causas, que vão desde a genética, até alterações hormonais, estresse e má alimentação. Esse tipo de inflamação é mais comum em áreas como o rosto, pescoço, costas e ombros e em fases como, a adolescência e também durante a gravidez, que são períodos de grandes mudanças devido aos hormônios.

Uma dúvida muito comum a respeito da acne é quanto a sua diferença para espinhas. O fato é que as espinhas são uma das formas da acne. Isso significa toda espinha pode ser considerada acne, mas nem toda acne é um espinha, já que ela também se manifesta em forma de cravos (abertos e fechados), espinhas e pústulas.

Além disso, existem diferentes tipos de acne, que variam de causas, características e gravidade. Portanto, antes de conhecer os tratamentos para acne, precisamos falar sobre os principais tipos de acne.

Principais tipos de acne

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Dr Victor Romero

Os tratamentos para a acne dependem do tipo de inflamação e o seu grau. A seguir, vamos conhecer os principais tipos da inflamação de pele.

Grau 1: não inflamatória

A acne de grau 1, também chamada de acne não inflamatória ou comedônica é o tipo mais comum e que normalmente surge na puberdade. Portanto, ela tem início por volta dos 15 anos de idade, afetando tanto meninos quanto meninas. Desse modo, ela se manifesta a partir de pequenos cravos sem a presença de pus, que aparecem principalmente na testa, nariz e bochecha. Ela é causada principalmente por alterações hormonais que afetam as glândulas sebáceas, causando o obstrução dos folículos pilosos.

Grau 2: pápulo-pustulosa

Chamada também de acne pápulo-pustulosa, a acne de grau 2 é caracterizada pelas espinhas com elevação na pele e que contém com pus. São aquelas maiores, de formato arredondado, avermelhadas ou amareladas pela presença do pus e que geralmente causam dor. Esse tipo de inflamação das glândulas sebáceas é resultado da proliferação de bactérias na pele, especialmente a Propionibacterium acnes.

Grau 3: nódulo-cística

Já a acne grau 3, ou acne nódulo-cística é a chamada espinha interna, caracterizada pela presença de nódulos formados no interior da pele, geralmente no rosto, costas e tórax. Se trata de um tipo de espinha bastante dolorosa, causada principalmente por alterações hormonais, tanto na adolescência quanto no período menstrual.

Grau 4 – conglobata

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Dra. Fairuz Helena

A acne conglobata, ou grau 4, é definida por um grupo de lesões próximas umas das outras, repletas de pus e que podem originar a formação de abscessos e fístulas na pele. Esse é um caso de acne mais grave, porque pode resultar na deformação da pele. Portanto, é muito importante procurar um dermatologista o quanto antes para fazer uma avaliação profunda e definir o melhor tratamento.

Grau 5 – acne fulminante

A acne fulminante, ou de grau 5 é um tipo de inflamação de pele rara, que além das tradicionais espinhas, vem acompanhada de outro sintomas. Entre os mais comuns estão: febre, dor nas articulações e mal-estar. Ela é mais comum entre homens, aparecendo principalmente no peitoral, costas e no rosto. Devido a esses demais sintomas, um clínico geral ou dermatologista deve ser consultado.

Acne neonatal

A acne neonatal é caracterizada pelo surgimento de cravos e espinhas em bebês. Ela acontece devido aos hormônios trocados entre a mãe e o bebê durante a gravidez, podendo causar o aparecimento de pequenas bolinhas no rosto e costas da criança. Ela afeta cerca de 20% dos bebês recém-nascidos.

Contudo, a acne neonatal não se trata de uma inflamação grave e na maioria dos casos nem necessita de um tratamento específico, uma vez que normalmente elas desaparecem naturalmente até os 3 meses de vida do bebê. Apesar disso, é importante manter a pele do bebê sempre limpa, fazendo a higiene com água e sabonete de pH neutro.

Acne medicamentosa

Como o próprio nome já sugere, a acne medicamentosa é causada pelo uso de determinados medicamentos. Tais como anticoncepcionais, suplementação longa ou em excesso de vitamina B, bem como tratamentos hormonais ou com cortisona.

Nesse tipo de acne, causada por medicamentos, geralmente não há uma recomendação específica. O que pode ser feito é consultar o médico para verificar a possibilidade de trocar ou suspender o medicamente, ou até mesmo alterar a sua dosagem para aliviar os sintomas da acne.

Tratamentos para acne

Tratamentos para acne - Tipos de acne e o que fazer em cada caso

Tratamentos para acne - Tipos de acne e o que fazer em cada caso

Area de Mulher
Nova Pele

De modo geral, os tratamentos para acne são focados em diminuir a produção de óleo na pele, acelerar a renovação celular, combater a infecção e reduzir e prevenir a inflamação, bem como prevenir as cicatrizes. Portanto, é muito importante tratar a pele acneica não apenas por questões estéticas, mas também para cuidar da saúde da pele.

Sendo assim, existem os mais variados tratamentos para a acne, que variam entre terapia local, medicação oral e as vezes, uma combinação dos dois. Só quem pode definir o melhor tratamento é um profissional qualificado, que irá avaliar a situação, levando em consideração a gravidade da inflamação, o tipo, local e o organismo do paciente.

A seguir vamos conferir como são os principais tratamentos para acne de acordo com o grau da inflamação:

Tratamentos para acne: Grau 1

Por se tratar de um caso menos grave, o tratamento para acne nesse caso pode ser feito por meio de cremes e loções que ajudam a prevenir e eliminar a inflamação. Portanto, o dermatologista pode indicar o uso de sabonetes, esfoliantes específicos que contam com enxofre e ácido salicílico em sua composição, bem como cremes para pele acneica.

Portanto, o tratamento principal pode incluir além da limpeza, o peeling, que é o uso de ácidos específicos por um dermatologista, e a abrasão suave da pele, através de aparelhos simples, que higienizam as espinhas inflamadas.

Tratamentos para acne: Grau 2

Nesse caso, a primeira recomendação é não espremer ou cutucar as espinhas de forma alguma, para não piorar o estado da inflamação. O tratamento regular inclui ainda os sabonetes para pele acneica, mas os cremes devem ser mais fortes, e até compostos por antibióticos. E dependendo da gravidade, pode ser prescrito medicamento de uso oral, como tetraciclina e derivados, bem como azitromicina.

Portanto, somente o seu dermatologista pode indicar os melhores tratamentos para a acne. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de isotretinoína, para tratar pequenas cicatrizes que poderão ser mais difíceis de tratar no futuro.

Tratamentos para acne: Grau 3

Além das recomendações para o tratamento de acne grau 2, como evitar espremer a espinha e o uso de cosméticos especifícos para  condição, os antibióticos são usados com mais frequência dada a gravidade do problema. Além disso, pode haver a necessidade de incluir o uso de anticoncepcional para acne, quando o quadro de acne estiver ligado ao ciclo menstrual em mulheres.

No grau 3, muitas vezes o dermatologista começa a considerar a necessidade de usar o Roacutan, como uma das primeiras recomendações. Apesar de ter muitos efeitos colaterais, alguns até graves, esse é um dos medicamentos mais eficazes no tratamento desse tipo de acne.

Tratamentos para acne: Grau 4 e 5

Nesses estágios, a maioria dos tratamentos para acne indicam o uso da isotretinoína (Roacutan), como principal medicamento. Exceto é claro, quando há contraindicações específicas graves para o paciente identificadas pelo dermatologista. Por ser um quadro grave, podendo causar dor e outros sintomas, pode ser necessário até uma intervenção cirúrgica para eliminar as secreções.

Tratamentos para cicatrizes e manchas de acne

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Revitare

No caso da inflamação deixar cicatrizes e manchas na pele, alguns tratamentos alternativos podem ajudar a diminuir e até eliminar essas marcas. Os mais comuns são:

Preenchimento facial com ácido hialurônico; Peeling químico; Cosméticos com ácidos; Dermoabrasão; Microdermoabrasão; Laser; Microagulhamento.

Enfim, o que você achou dessa matéria? Aliás, aproveite para conferir também Remédios caseiros para espinhas – 8 receitas eficazes e o que não fazer.

Fontes: Tua Saúde SBD Eucerin Minha Vida

Imagens: Women’s Health Fala Universidades Dr Victor Romero Dra. Fairuz Helena Nova Pele Revitare

Essa matéria Tratamentos para acne – Tipos de acne e o que fazer em cada caso foi criada pelo site Área de Mulher.

Últimas