Beleza Alvo de polêmica, lipo LAD está entre procedimentos mais buscados

Alvo de polêmica, lipo LAD está entre procedimentos mais buscados

Interesse dos brasileiros por intervenções estéticas disparou durante a pandemia, exigindo mais responsabilidade dos influenciadores de beleza

A atriz Giovanna Chaves, de 18 anos, foi criticada nas redes após publicar procedimento estético

A atriz Giovanna Chaves, de 18 anos, foi criticada nas redes após publicar procedimento estético

Reprodução/Instagram

Não é segredo que o período de pandemia tem levado ao aumento das buscas por procedimentos estéticos, sejam eles necessários ou não. Na semana anterior, o caso de Giovanna Chaves, de 18 anos, causou alvoroço nas redes após a atriz publicar os resultados de uma lipo LAD, nova queridinha das celebridades.

Segundo as críticas dos seguidores, condição de influenciadora de Giovanna exige mais responsabilidade ao publicar conteúdo sobre cirurgias plásticas. 

Efeito selfie: obsessão por filtros pode causar distúrbios de imagem

De acordo com dados apurados pela Decode, empresa de big data analytics, a lipo LAD está entre os procedimentos mais pesquisados na web, com um aumento de 680% desde março, início da pandemia no Brasil. Segundo o levantamento, outras intervenções como foxy eyes, harmonização facial e rinoplastia também lideram a lista.  

Em todas as buscas, famosas aparecem no top 5 das consultas relacionadas, como Boca Rosa, Maiara e Maraísa e Flávia Pavanelli.

Vale lembrar que o Brasil é o país que mais realiza cirurgias plásticas no mundo, tendo superado os Estados Unidos em dezembro de 2019. De acordo com uma pesquisa publicada pela Academia Americana de Cirurgia Plástica e Reconstrutiva Facial (AAFPRS), 72% dos cirurgiões plásticos sentiram o aumento da procura por procedimentos para ficar bem em selfies, taxa que saltou 15% em relação a 2018.

O desejo de um corpo perfeito, inspirado pela aparência dos famosos e também por filtros de aplicativos, tem movimentado as buscas por informações sobre os procedimenstos estéticos. É o que destaca Carol Garrido, responsável pela pesquisa publicada pela Decode. 

"No Youtube, a produção de vídeos que tratam de assuntos como facetas, botox e harmonização facial também vem crescendo. Sinal de um mecanismo de retroalimentação entre aquilo que desperta e, ao mesmo tempo, responde e continua alimentando o interesse do público", observa a especialista.

Veja também: Perfil na web expõe influenciadoras que mentem sobre a aparência

Últimas