Alto Astral Tech Neck: a síndrome postural que pode causar rugas e dores no pescoço

Tech Neck: a síndrome postural que pode causar rugas e dores no pescoço

Conheça mais sobre a síndrome do "pescoço tecnológico" e saiba como evitá-la

Alto Astral
Tech Neck: a síndrome postural que pode causar rugas e dores no pescoço

Tech Neck: a síndrome postural que pode causar rugas e dores no pescoço

Alto Astral

Com a pandemia, resolver todos os problemas através das telas dos eletrônicos é algo comum, principalmente para quem está de home office. A vida sem um celular, por exemplo, não existe mais já que a praticidade e agilidade proporcionadas por ele ajudam muito na correria do dia a dia. Mas será que dentre todos os benefícios por trás dos aparelhos, não existem alguns malefícios?

Mexer constantemente no celular pode causar um problema que já está se transformando em algo grande e conhecido. A síndrome "Tech Neck", ou síndrome do "Pescoço Tecnológico", é o termo usado para designar as alterações causadas no pescoço e coluna devido ao uso excessivo de dispositivos eletrônicos como celulares, tablets e computadores.

Malefícios do Tech Neck

Esse excesso de aparelhos eletrônicos causa alterações na saúde física, podendo formar rugas na pele do pescoço e até mesmo flacidez. "Essa 'papada', formada no pescoço, consiste em um aspecto esteticamente não agradável da região do queixo", explica Alessandra Scavone, fonoaudióloga e especialista em yoga facial. Ela também pontua que "as causas podem ser decorrentes de flacidez da pele, associada ou não ao aumento de gordura local", mas vale ressaltar que também existe um fator genético envolvido e isso explica alguns casos em que a característica é familiar. 

Alto Astral

Alto Astral

Alto Astral
Shutterstock

Ademais, a inclinação exagerada do pescoço pode causar problemas graves na postura. Alessandra revela que, na verdade, todo desequilíbrio corporal pode causar assimetrias. "Se você estiver vendo rugas em um lado do pescoço mais do que no outro, verifique sua postura para ter certeza de que está sentando e ficando em pé com a coluna ereta e relaxada, os ombros uniformes e a respiração estável", diz a profissional.

Como evitar

Além de tentar diminuir o tempo na frente dos aparelhos eletrônicos, é possível fugir da flacidez do pescoço tomando algumas medidas que podem contribuir para um melhor aspecto local, mas não evitar totalmente o quadro. "Hidratar bem a região e usar cremes anti-idade são ótimos para melhorar as rugas", esclarece Juliana Sales, cirurgiã plástica.

Já Alessandra recomenda também os exercícios de yoga facial. Além de melhorarem a qualidade da pele, eles ajudam na circulação sanguínea, tonificam e reeducam os músculos faciais e do pescoço, eliminam linhas finas, estimulam o crescimento de colágeno e elastina e garantem uma aparência rejuvenescida e relaxada.

Para as dores na cervical, a fonoaudióloga lembra que é possível melhorar os incômodos com exercícios corporais. É preciso de um bom alongamento de toda a região do pescoço, além de exercitar os músculos do local.

Exercício prático

A fim reafirmar e tonificar os músculos da área facial, melhorando as linhas de expressão e rugas, a expert em yoga facial lista um exercício para tonificar a musculatura do pescoço e papada:

Comece olhando para a frente. Vire a cabeça para a direita, de modo que ela esteja alinhada com o seu ombro direito e, em seguida, incline a cabeça para trás. Segure por 6-8 segundos Volte a cabeça a posição normal. Vire a cabeça para a esquerda, alinhada com o seu ombro esquerdo. Incline a cabeça para trás e mantenha por 6-8 segundos. Repita 3 vezes. Empurre o queixo para baixo sobre o topo dos dedos e apoie o cotovelo com a outra mão, como se o seu olhar se dirigisse para baixo e a sua mão levasse o seu rosto para cima. Segure por 3 respirações profundas. Então coloque sua cabeça para trás e empurre sua língua contra o palato (céu da boca) 10 vezes. Volte a posição normal e repita mais 1 vez. Em seguida, usando os topos dos dedos de ambas as mãos, delicadamente bata na “papada”, alternando entre cada mão, durante 15 segundos.

Consultoria: Alessandra Scavone, fonoaudióloga e especialista em yoga facial, e Juliana Sales, médica especialista em cirurgia plástica.

Últimas