Novo Coronavírus

Lifestyle Bailarina usa saia rodada de 3 metros para manter distância

Bailarina usa saia rodada de 3 metros para manter distância

Peça feita de jeans foi usada para a gravação de um filme do Ballet Nacional da Holanda sobre o distanciamento social

  • Lifestyle | Do R7

Saia de 3 metros de diâmetro para manter a distância segura

Saia de 3 metros de diâmetro para manter a distância segura

Reprodução/Vídeo

Como manter uma distância segura das outras pessoas ao sair do isolamento social? A bailarina Kira Hilli, do Ballet Nacional da Holanda, usou uma saia com 3 metrôs de diâmetro para gravar um vídeo de conscientização para que as pessoas mantenham a distância de 1,5 metro umas das outras, em Amsterdã, na Holanda. O vídeo foi gravado no dia 4 de junho de 2020 e publicado nesta sexta-feira (12). O chamado tutu de distância social é feito de denim e confeccionado para a performance batizada de Safe Distance Ballet.

A coreografia especial foi idealizada por Remi Wörtmeyer para música de house e techno do DJ Joris Voorn, compositor Boy Bianchi e as cordas de Het Balletorkest.

"Foi muito difícil. Não dançava tão intensamente por um longo tempo devido ao isolamento e a peça de jeans é muito mais pesada do que um tutu comum. A saia de dança exigia movimentos diferentes do habitual "Foi um choque real para o meu corpo", disse Kira Hilli à ANP. Mas ela gostou da aventura "emocionante".

"Finalmente realmente estou dançando de novo, em público, era o que eu queria. Simplesmente não consigo descrever o sentimento. Também me deixou esperançosa, me senti no caminho de um novo futuro", disse Hilli. Mas, ao mesmo tempo, teve a sensação de que finalmente havia voltado ao normal "como deveria ser".

Difícil de vestir

A bailarina revelou que vestir a peça foi um desafio. "E você não pode fazer todos os movimentos com isso. Tudo se resume aos pés e à parte superior do corpo".

Ela fez o filme com um parceiro masculino, Manu Kumar, que sai de casa no filme e evita as pessoas a caminho do teatro, onde ele encontra Hilli para dançar juntos no palco. "Foi ótimo trabalhar e dançar com as pessoas novamente, diz Hilli. "Embora meu parceiro e eu não pudéssemos nos tocar, ainda havia uma conexão, funcionou. "

Segundo o coreógrafo Wörtmeyer, o tamanho enorme do tutu torna os dançarinos mais criativos, coisas com as quais todos temos que lidar agora: "Enquanto os dançarinos percorrem a cidade, eles dançam a dança que todos experimentamos quando passe pelas pessoas na rua e tente manter-se a 1,5 metros ", diz Wörtmeyer.

Últimas