ÁREA DE MULHER Tipos de espinhas – Diferenças, tratamentos e prevenção para acnes

Tipos de espinhas – Diferenças, tratamentos e prevenção para acnes

Existem diversos tipos de espinhas e, cada uma, exige um tratamento especial. Então, entenda as diferenças entre acnes e tipos de prevenção. Essa matéria Tipos de espinhas – Diferenças, tratamentos e prevenção para acnes foi criada pelo site Área de Mulher.

Area de Mulher

A acne é uma doença de pele que acontece, na maioria dos casos, devido a alterações hormonais, portanto, tende a acontecer principalmente durante a adolescência ou gravidez. Existem diversos tipos de espinhas, que podem apresentar várias formas, como, por exemplo, lesões cutâneas, pápulas, pústulas e pontos negros.

O sexo feminino é o mais afetado pelas acnes e, o tratamento varia de acordo com o tipo de espinha presente em cada pessoa, isso porque, em alguns casos é necessário apenas do uso de produtos específicos e, em outros, é indicado até mesmo a realização de cirurgias.

Além disso, vale salientar que a má alimentação e o estresse também são fatores que ajudam no aparecimento de diversos tipos de espinhas no rosto. Portanto, lembre-se sempre da importância de ingerir alimentos saudáveis e praticar exercícios físicos.

Ademais, confira a seguir os diferentes tipos de acne e seus tratamentos.

Tipos de espinhas e tratamentos

Acne Grau I

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
R7

A acne de grau um, são aquelas não inflamatórias, caracterizadas apenas por cravos. Portanto, é a etapa inicial. Esse tipo de espinha é o mais comum e acontece normalmente na puberdade.

Tratamento: A acne grau I pode ser tratada por meio de sabonetes faciais, cremes ou loções de uso tópico. Esse tipo de acne pode ser tratado por meio de cremes ou loções de uso tópico que, geralmente, possuem em suas composições enxofre e ácido salicílico.

Acne Grau II

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Drauzio Varela

Cientificamente chamada de acne pápulo-pustulosa, esse tipo é conhecido popularmente como espinha e se caracteriza por elevações arredondadas, na pele que contém pus e são avermelhadas e, em alguns casos, até dolorosas.

A causa desse tipo de espinha surge devido à proliferação de microrganismos nas glândulas sebáceas, como, por exemplo, da bactéria Propionibacterium acnes.

Tratamento: Para tratar a acne de grau II é importante seguir orientações de um(a) médico(a) dermatologista, que, na maioria dos casos indica o uso de antibióticos ou géis para a pele.

Acne Grau lll

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
R7

Chamada de acne nódulo-cística, esse tipo é popularmente conhecido como espinha interna. São mais profundas, dolorosas, avermelhadas e bem inflamadas.

Esse tipo de espinha surge devido a alterações hormonais relacionados com a adolescência ou durante o período menstrual.

Tratamento: É recomendado não espremer ou apertar a acne de grau 3. Além disso, assim como na acne de grau 2, é preciso procurar a ajuda de um(a) dermatologista para realizar o tratamento.

Acne Grau IV

Tipos de espinhas - Diferenças, tratamentos e prevenção para acnes

Tipos de espinhas - Diferenças, tratamentos e prevenção para acnes

Area de Mulher
Notícias de Saúde

Conhecida cientificamente como conglobata, esse tipo de espinha se caracteriza por lesões e formações de pus, que, aliás, podem formar deformação da pele.

Tratamento: É imprescindível que o paciente procure a ajuda de um(a) dermatologista nesse caso. No entanto, o tratamento mais adequado, na maioria dos casos, é feito com o medicamento Roacutan.

Acne Grau V

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Verywell Health.

Esse tipo de espinha é cientificamente conhecido como acne fulminante. É caracterizado por espinhas e lesões na pele, além de sintomas como febre, dor nas articulações e mal estar.

Apesar de muito rara, essa acne tende acontecer mais em homens e surge em áreas do corpo como peito, costas e rosto.

Tratamento: Além do dermatologista, nesse caso, é importante que a pessoa procure por um clínico geral. O tratamento pode variar de acordo com a gravidade dos sintomas, podendo ser recomendado o uso de medicamentos ou até mesmo cirurgia.

Tipos de espinha: Neonatal

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Macetes de mãe

A acne neonatal é aquela onde surgem cravos no rosto dos bebês. Esse tipo de espinha acontece, principalmente, devido à troca de hormônios entre a mamãe e o bebê na gestação.

Tratamento: A acne neonatal normalmente não necessita de tratamento, pois desaparecem espontaneamente aos 3 meses de idade. No entanto, é importante manter a pele do bebê limpar regularmente a pele do bebê com água e sabão de pH neutro. Saiba mais o que fazer em caso de acne neonatal.

Tipos de espinha: Medicamentosa

Tipos de espinhas - Diferenças, tratamentos e prevenção para acnes

Tipos de espinhas - Diferenças, tratamentos e prevenção para acnes

Area de Mulher
VIX

Assim como o próprio nome já diz, esse tipo de espinha surge devido o uso de alguns medicamentos específicos, como, por exemplo, anticoncepcionais, suplementação excessiva de vitamina B, tratamentos hormonais ou cortisona.

Tratamento: Não há orientações para o tratamento desse tipo de espinha. No entanto, nossa recomendação é que você procure o(a) médico(a) que te receitou esses medicamentos e peça a suspensão dos mesmos ou a alteração da dosagem.

Causas

A adolescência é fator principal do aparecimento das espinhas, isso porque nessa fase acontecem muitas alterações de hormônios.

Além disso, o estresse e a exposição solar sem proteção, também são fatores que, normalmente, contribuem para a proliferação de acnes na pele. Portanto, é importante o uso diário de protetor solar para proteção dos raios UV, além da prática de exercícios físicos para o alívio do stress.

Vale salientar também que a má alimentação e a ingestão de alimentos como, por exemplo, frituras, chocolates e laticínios, causam o aumento da oleosidade da pele, predispondo à proliferação de bactérias, ou seja, das espinhas.

Como evitar os tipos de espinha?

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Fiorucce Mantenha a pele sempre limpa. O recomendado é que se lave, com produtos apropriados, pelo menos duas vezes ao dia; Use produtos como, por exemplo, gel ou loções micelares, que removem o excesso de oleosidade da pele; Evite alimentos industrializados e gordurosos. Beba bastante água, fruta e vegetais; Procure aplicar máscaras como a de argila branca, uma vez na semana; Evite utilizar cosméticos com óleo e lavar o rosto com água quente; Use protetor solar diariamente.

Então, o que achou dessa matéria. Aproveite para conferir também: Espremer espinha, o que acontece? Cuidados e consequências na pele.

Fontes: Tua saúde, Dermaclub, Atlas da saúde.

Fontes das imagens: VIX, R7, R7 2, Drauzio Varela, Notícias de Saúde, Macetes de mãe, VIX 2, Fiorucce, Verywell Health.

Essa matéria Tipos de espinhas – Diferenças, tratamentos e prevenção para acnes foi criada pelo site Área de Mulher.

Últimas