Rosácea – O que é, sintomas, causas e tratamento

A rosácea é uma inflamação de pele crônica, comum entre mulheres, caracterizada por muita vermelhidão e ardência no centro do rosto.

Para uma parcela da população, os problemas de pele são extremamente comuns. Apesar disso, algumas pessoas não conseguem caracterizar ou, até mesmo, diferenciar as doenças de pele. Consequentemente, pode existir uma confusão na hora de entender os tipos de inflamações. Por exemplo a rosácea – caracterizada erroneamente como “acne rosácea” -, confundida com espinhas normais.

A rosácea é um tipo de inflamação da pele que se manifesta na região central do rosto, surgindo nas bochechas, nariz e queixo. Ela é caracterizada por uma intensa vermelhidão nessa região, que causa muito desconforto. É mais comum aparecer em pessoas adultas, entre os 30 e 50 anos de idade.

Embora atinja principalmente mulheres, também pode se manifestar em homens. Geralmente, os casos mais graves da doença, aparecem no gênero masculino.

Portanto, hoje iremos falar mais sobre essa doença, os principais sintomas e o tipo de tratamento. Vamos lá!

O que é a rosácea

Rosácea – O que é, sintomas, causas, e tratamento

Rosácea – O que é, sintomas, causas, e tratamento

Area de Mulher
Diário da Manhã

Como já foi dito anteriormente, trata-se de uma doença inflamatória crônica que afeta diretamente a pele da face. A rosácea atinge cerca de 1,5% a 10 % das pessoas pelo mundo. Ela afeta, principalmente, pessoas adultas (acima dos 30 anos) e mulheres.

No entanto, também pode afetar os homens, resultando em casos mais graves da doença, podendo até evoluir junto com outras doenças de pele, como a rinofima. Além disso, a rosácea dificilmente se manifestas em pessoas negras.

Contudo, a real origem dessa inflamação ainda é desconhecida, mas podemos citar alguns fatores que estão relacionados ao surgimento da rosácea.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, os mais comuns são: uma predisposição genética (mais comum em brancos e descendentes de europeus), problemas hormonais, estresse, mudanças climáticas, exposição ao sol, ingestão de bebidas alcoólicas e de alimentos muito quentes.

Problemas de pele – 7 doenças que causam mancha na pele

×

Tipos de rosácea

Rosácea – O que é, sintomas, causas, e tratamento

Rosácea – O que é, sintomas, causas, e tratamento

Area de Mulher
Dermaclub

Existem, basicamente, pelo menos quatro tipos de rosácea. Nós apresentamos elas para você:

Eritemato telagenctasia – Subtipo 1

Essa é a mais comum de todas, normalmente detectada quando a pele fica muito vermelha, deixando os vasos aparentes. É notada, principalmente, na região central do rosto, e pode ser agravada devido ao excesso de álcool, muita exposição solar e exercícios físicos. Além disso, pode causar muita ardência no rosto.

Papulopustuloso – Subtipo 2

Além da tradicional vermelhidão da rosácea, nesse tipo surge ainda lesões pápulo-pustulosas, muito semelhantes a espinhas comuns. Apesar disso, não se confunda: não é a mesma coisa. Apesar da semelhança, esse tipo de rosácea não é igual às acnes.

Fimatosa – Subtipo 3

No caso da fimatosa, a rosácea se manifesta deixando a pele mais espessa e vermelha, em alguns casos, fazendo o nariz dobrar de tamanho. É um tipo mais grave da doença, já que algumas regiões do rosto podem ser comprometidas. Portanto, pode existir necessidade de uma intervenção cirúrgica.

Ocular – Subtipo 4

A rosácea ocular pode vir acompanhada de outros tipos ou sozinha. Ela se manifesta próxima a região dos olhos, principalmente próxima aos cílios, resultando em extrema vermelhidão e descamação da pele. Por ser um tipo mais grave, pode evoluir a ponto de afetar a visão.

Sintomas

Rosácea – O que é, sintomas, causas, e tratamento

Rosácea – O que é, sintomas, causas, e tratamento

Area de Mulher
Elas por Elas

Os sintomas podem variar muito, dependendo do grau e tipo da doença. Sendo assim, quando acontece a primeira manifestação, chamada pré-rosácea, a principal característica é a ruborização, que na maioria das vezes é passageira. Contudo, pode evoluir progressivamente para a vermelhidão na região central do rosto. Nesse caso, ela não regride e pode estar relacionada a crises de calor e muita ardência no local.

Também pode levar ao aumento de vasos sanguíneos e das pápulas ou pústulas. Nesse caso, as lesões inflamatórios não são como as causadas pela acne, justamente por não apresentarem pontos pretos. Além disso, é muito comum sentir uma sensação de ardência e coceira.

Tratamento

Rosácea – O que é, sintomas, causas, e tratamento

Rosácea – O que é, sintomas, causas, e tratamento

Area de Mulher
Universo da Saúde

A partir desses sintomas, o ideal é procurar um dermatologista para confirmar a origem da vermelhidão. Portanto, o diagnóstico clínico é essencial para identificar o problema, avaliar o estágio e definir o tipo. Em alguns casos, pode ser necessário uma biópsia para concluir um diagnóstico.

Entretanto, por se tratar de uma doença de pele crônica, até então não há nenhuma cura definitiva em uso. Sendo assim, o tratamento da rosácea é indicado conforme o tipo e o grau de evolução. Por não haver uma cura, o intuito do tratamento é impedir o avanço da doença, e dependendo do estágio, até reverter o quadro.

O tratamento pode ser feito de três formas: tópico, no local, sistêmico, com a ingestão de antibióticos via oral, e cirúrgico. Esse último é feito por meio de laser, para fazer eletrocirurgia e a dermoabrasão.

Além disso, é essencial evitar os fatores de risco que podem levar a manifestação da rosácea.

Prevenção e cuidados

Rosácea – O que é, sintomas, causas, e tratamento

Rosácea – O que é, sintomas, causas, e tratamento

Area de Mulher
Extra

Contudo, após uma avaliação completa, para identificar quando começou o problema, entre outros fatores, é importante controlar os fatores causadores da rosácea. Desse modo, podo até conseguir um monitoramento e controle eficaz da doença.

Sendo assim, existem algumas dicas é hábitos que podem ajudar a prevenir e controlar a rosácea:

Em hipótese alguma use ou tome qualquer medicamento sem prescrição médica. Procure um dermatologias assim que notar qualquer alteração no rosto, como vermelhidão e desconforto; Sabemos que tomar sol é bom para a saúde, mas isso em doses pequenas e em horários específicos. Portanto, evite muita exposição ao sol e mudanças drásticas de temperatura; Dê atenção a alimentação, e procure relacionar alimentos que consumiu com o aparecimento de rosácea. Além disso, esteja atento ao uso de cosméticos e produtos que contem corticoesteroides, isso também pode estar relacionado ao aparecimento dessa inflamação de pele; Evite o consumo excessivo de álcool e/ou outros agravantes; Tome cuidado com a prática exagerada de exercícios físicos, principalmente ao sol; E por último, mantenha uma rotina de cuidados com a pele. Lave o rosto com um sabonete ou loção adequada ao seu tipo de pele. Evite tomar banho ou lavar o roso com água muito quente, e opte por produtos que contenham substâncias calmantes e anti-inflamatórias. Use hidratante com ativos prebióticos para ajudar a recuperar a camada protetora da pele. E uma dica importante para todo mundo, e principalmente para quem sofre com rosácea: use protetor solar diariamente. Ele é essencial para a proteção da pele.

Enfim, o que achou dessa matéria? Aproveite para conferir também alimentos que deixam a pele perfeita.

Fontes: Derma Clube Drauzio SBD

Imagem Destacada: Clínica Maktub

Imagens: Diário da Manhã Universo da Saúde Elas por Elas Extra Royal Skin  Dermaclub

Essa matéria Rosácea – O que é, sintomas, causas e tratamento foi criada pelo site Área de Mulher.